A atriz e apresentadora da GNT, Bela Gil, deixou seus fãs surpresos ao revelar que, depois do #parto do seu último filho, ela ingeriu a #Placenta em uma espécie de coquetel.

O parto foi natural e em casa, com o auxílio de um médico, apesar de, segundo ela, isso ser proibido no Rio.

Ela contou que, depois do parto, bebeu a vitamina de placenta e ainda deu para a filha de sete anos.

Bela defende que a placenta é rica em nutrientes e que, por isso, é extremamente saudável.

Placentofagia

Bela Gil não é a única a ingerir placenta. Placentofagia é o nome dado a quem guarda a placenta do recém-nascido para comer depois. Essa prática, apesar de parecer um pouco medieval, na verdade, está se tornando cada vez mais comum nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Apesar de ainda não se ter muitos dados científicos, comprovando os benefícios ou malefícios de se ingerir placenta, a prática acabou criando uma nova profissão no mercado, os chamados, preparadores de placenta.

Alguns hospitais já disponibilizam os serviços desse tipo de profissional, que atende as mães que pedem para empacotem a placenta do bebê, para levar para casa, com o objetivo de comê-la. 

Bela Gil preferiu ingerir a placenta junto com vitamina de bananas, mas é ainda mais comum comê-la como se come qualquer pedaço de bife frito.

Apesar de parecer praticamente bizarro, a maioria dos mamíferos come a placenta depois do parto, isso já foi observado por especialistas, que também defendem que os animais fazem muitas coisas que o homem não pode fazer, não se pode ter como exemplo aquilo que é hábito dos animais.

Publicidade

Estudos mais profundos já começaram a ser feitos sobre a prática que, segundo foi observado, é comum entre mulheres brancas, de classe média, e que, na maioria dos casos, preferem ter seus filhos em casa. 

Modo de preparo

Os preparadores de placenta  cozinham o material antes de entregar às mães. Eles encapsulam tudo, desde a própria placenta até o cordão umbilical. Eles são cozidos a vapor por até 12 minutos de cada lado, e depois todo o material é fatiado, desidratado e colocado em uma espécie de cápsula, para então ser entregue.

Em casa, a mãe decidirá como melhor degustar a placenta do seu filho recém nascido. #Maternidade