A pastora Bianca Toledo foi intimada a comparecer nesta terça-feira, (13) na 42ª DP, localizada no Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro para prestar depoimento sob acusação de que teria mantido seu ex-marido Felipe Heiderich em cárcere privado, logo após a suposta tentativa do mesmo de suicídio. Bianca informou aos fãs, um pouco antes de entrar na delegacia que os manteria informados sobre tudo que estava ocorrendo com ela, através da redes sociais, além de postar um desabafo dizendo que esse dia seria "totalmente fora do normal".

Ao sair do departamento Bianca Toledo concedeu entrevista a EGO, dizendo que o crime pelo qual o ex-marido está respondendo é inafiançável e ele está em liberdade provisória e sem tornozeleira, além de tudo isso Felipe ainda cometeu outro crime, denúncia caluniosa, previsto no artigo 339, desabafa Bianca.

Publicidade
Publicidade

Ela relata que seu ex, aproveitando uma de suas viagens para fora do país fez um boletim de ocorrência onde a acusava de tê-lo dopado e mantido internado, em cárcere privado. Segundo ele tudo teria sido um plano maquiavélico da pastora contra sua pessoa.

De acordo com Bianca, ele teria postado na internet detalhes do seu voo solicitando esclarecimentos da delegacia sobre a intimação, mas não houve inquérito e sim um VPI (verificação de procedência de informações), afirma a cantora gospel. Ela diz que houve sim uma tentativa de suicídio por parte dele e todas as testemunhas já foram ouvidas, além de laudos psiquiátricos da clínica.

João Maia, advogado de Bianca diz que se o delegado não instaurou inquérito é porque não há indícios de crime, mas continua esclarecendo os fatos ouvindo as pessoas envolvidas.

Publicidade

Aproveitando também para rebater a acusação de que sua cliente foi a mentora do plano para internar Felipe. "Ela não é médica para internar alguém por indicação dela".

A pastora não só desmente o ex-marido Felipe Heiderich como diz ter provas de suas mentiras e que ao assinar o documento de internação chamou a mãe dele para acompanhá-lo. E ainda garante que ao visitá-lo na clínica ia sempre acompanhada de um pastor e do advogado, em nenhum momento ele foi coagido. #Casamento #Famosos #Família