A cantora #Demi Lovato virou um dos assuntos principais da mídia nesse fom de semana. Ela que sempre teve boas relações com os fãs, acabou perdendo a paciência com um deles. O comportamento da ex-contratada da Disney foi visto como surreal nas redes sociais. Lovato é conhecida justamente pelo contrário, costumando escrever textos de auto-estima e que tem o intuito de levantar a moral de milhares de pessoas. No entanto, dessa vez, ela decidiu ser sincera com um homenagem. A morena não gostou da forma como foi retratada e anunciou o desejo de que um admirador não fizesse mais um desenho dela. Na imagem, o tal fã a desenhou como um ser mitológico, uma sereia. 

A cantora do hit 'Confident' acabou criticando o desenho do tal fã e a treta entre eles acabou dividindo os fãs.

Publicidade
Publicidade

A maioria, no entanto, disse que o comportamento de Demi não foi digno do que ela costuma ser. É bom lembrar que a profissional da música já teve problemas de auto-estima no passado, revelando, por exemplo, transtornos para manter o corpo em dia. Quem teria feito o desenho da discórdia foi o desenhista Vladimir Serbanescu, da Romênia. A imagem ficou tão bonita que milhares de pessoas marcaram a cantora. 

No entanto, a popstar acabou não se identificando tão bem com a forma como a sereia estava. Na imagem, Lovato aparece deitada e com os seios para fora. Ela está com um corpo de "gostosona". A profissional da música então escreveu: "Está lindo, mas esse não é meu corpo. É assim que meus peitos deveriam ser?", escreveu ela no comentário do Instagram. 

O artista não gostou do comentário ácido de Demi e respondeu ela também, relatando que não é por desenhar ela mais magra e com peitos maiores que não a veja assim, mas que estava retratando apenas um ser mitológico, fazendo as alterações necessárias.

Publicidade

Ele ainda escreveu que estava muito orgulhoso quando fez a imagem, mas que agora ele já não tinha mais tanto orgulho do que teria feito. Lovato preferiu não estender a treta. O desenho da discórdia ainda contia no ar.