Os estúdios da Walt #Disney oficialmente irão levar o projeto de #Live-Action do clássico '#O Rei Leão' para frente. De acordo com publicação do CinePOP, a Disney não apenas confirmou a adaptação da animação como também já entrou em produção.

O desenho foi lançado em 1994 e arrecadou mundialmente aproximadamente US$ 987 milhões de dólares. Em 2008, os cinemas brasileiros colocaram uma versão remasterizada do desenho, trazendo gráficos de alta qualidade, em cartaz, e foi novamente um sucesso.

Jon Favreau comandará o projeto, o cineasta também foi o responsável pela direção do bem sucedido 'Mogli - O Menino Lobo', onde mesclou sabiamente a computação gráfica com Neel Sethi, o ator mirim novato escolhido para viver Mogli.

Publicidade
Publicidade

Vale citar que Sethi foi o único ator do filme, afinal, era o que a história do personagem exigia.

O comunicado que oficializou a nova produção, trouxe poucos detalhes, porém afirmou que as músicas da produção original serão mantidas na trilha sonora do live-action. O longa-metragem ainda não possui dada de estreia definida, cronograma ou previsão.

A Disney ainda possui diversos projetos para recriar as animações clássicas com atores de verdade, e os títulos já confirmados foram: "Malévola 2", "Cruella", "A Bela e a Fera", "Mulan", "Dumbo" e "Pinocchio". O longa-metragem em animação, "O Rei Leão", foi o trigésimo segundo desenho da Disney lançado, e é uma produção que encanta as pessoas ao redor do mundo ainda nos dias atuais, mesmo para quem já conhece de cor a história.

A trama se passa na África e traz o Rei Leão, Mufasa (James Earl Jones), e sua a rainha Sarabi (Madge Sinclair) que apresentam o herdeiro do trono aos animais, e o reino ao herdeiro, Simba (Matthew Broderick).

Publicidade

Em uma linda cerimônia, o babuíno Rafiki (Robert Guillaume), um sábio e funciona como o xamã do reino, abençoa o recém-nascido. Simba se perde nas artimanhas de seu tio Scar (Jeremy Irons), um leão amargurado, maquiavélico e invejoso, que planeja roubar o trono e governar o reino da pedra do Rei, ainda que para isso precise livrar-se do irmão e do sobrinho.