Nesta quinta-feira, 22, a morte do ator Domingos Montagner, o 'Santo' de '#Velho Chico', completou uma semana. Mesmo após um tempo considerável do afogamento do artista que chocou o país, ainda há revelações surpreendentes que envolvem o caso. Em entrevista ao jornal local da TV Globo na região dos lagos, no Rio de Janeiro, um dos índios que gravou uma cena para 'Velho Chico' revelou que durante a realização de uma encenação de ritual para a novela das nove, ele sentiu algo diferente, sobrenatural. Fotos do ator morto foram divulgadas na internet e irritaram muitas pessoas. 

Por conta do ritual, que era para ser apenas dramatúrgico, o índio acabou tendo uma premonição e ali mesmo descobriu que a vida de Domingos não seria muito longa.  “Quando a fumaça bateu na cabeça dele, mostrou que tinha um problema de vida”, revelou o protetor das florestas.

Publicidade
Publicidade

Apesar de ter a certeza de que algo viria a acontecer, o índio contou que no ritual de sua tribo, esse tipo de coisa não pode ser alertado para as outras pessoas, evitando um pânico desnecessário e que o espírito vá embora desvirtuado, em plena confusão. 

Não é a primeira vez que grupos indígenas falam sobre a morte do ator. Ainda no dia seguinte à tragédia, eles enviaram um documento para o programa 'Encontro', apresentado pela jornalista Fátima Bernardes, da Rede Globo de Televisão. No texto, a tribo que gravou cenas da novela revelou que o espírito do ator estaria protegendo o rio em que ele se afogou, o São Francisco. Além disso, em vida, o profissional da dramaturgia acabou despertando o interesse da sociedade às causas da natureza. 

O ator que tinha 54 anos, casado e três filhos, era natural da cidade de São Paulo.

Publicidade

Apesar de crescer em um ambiente urbano, ele sempre teve atração pela natureza e fez questão de fazer 'Velho Chico'. Domingos seria o protagonista de 'A Lei do Amor', próxima novela das nove da emissora carioca, mas informou as autoras que algo maior fazia ele querer estar no folhetim de Benedito Ruy Barbosa. Quis o destino que o pior viesse a contecer.  #Domingos Montagner