Essa semana o programa matinal “#Encontro” com #Fátima Bernardes teve um momento constrangedor para a emissora. O tecladista de Johnny Hoocker foi para o palco usando uma camiseta escrito “Fora Temer”. O músico foi filmado apenas uma vez e, em seguida, as imagens em que ele aparecia foram evitadas pelos câmeras, já que o programa era ao vivo.

Segundo Mauricio Stycer, do UOL, a culpa pela atitude do tecladista recaiu sobre a figurinista do programa, que teria a obrigação de verificar a roupa que os convidados estão usando antes deles entrarem no palco. A camiseta, entretanto, era do próprio músico e a emissora não teve nada a ver com a manifestação contra o presidente do Brasil.

Publicidade
Publicidade

A falha apontada foi de observação, uma vez que os trajes devem ser vistos antes das apresentações. Não se sabe também se o músico estava trajando uma blusa e só a tirou no momento de ir para o palco, o que poderia ter dificultado o trabalho da produção.

A partir de agora, regras mais rígidas sobre a roupa usada pelos convidados dos programas são adotadas tanto no “Encontro”, quanto no programa semanal “É de Casa”. O objetivo é evitar que convidados misturem preferências políticas com a temática dos programas, que são de variedades e dificilmente falarão alguma coisa sobre a política nacional, seja qual for a pauta. Quanto à figurinista do programa, a emissora não confirmou se ela continuará na equipe, mas há rumores na internet de que ela seja afastada do "Encontro".

Durante a transmissão das Olimpíadas em agosto, o humorista Gregorio Duvivier também foi criticado e punido pela #TV Globo após usar a programação da emissora para gritar “Fora, Temer”.

Publicidade

O integrante do canal do Youtube, Porta dos Fundos, é assumidamente defensor do Partido dos Trabalhadores e da ex-presidente Dilma, possuindo diversos vídeos na internet sobre o assunto, muitos deles com defesas que foram criticadas pelos internautas. Após o ocorrido, a emissora cortou Gregorio de transmissões ao vivo, para evitar que ele misture política com outros temas. No dia do ocorrido, ele usou uma transmissão esportiva, para criticar o governo com o qual ele não simpatiza.