Se você está cansado de ver as maldades de Carlos Eduardo, personagem vivido por Marcelo Serrado, prepare-se, porque o vilão de "#Velho Chico" terá uma morte bastante inusitada. No último capítulo da novela, Carlos Eduardo tentará fugir da Polícia Federal, mas isso só vai acontecer depois que ele aprontar mais algumas na trama. Por exemplo, ele vai sabotar as plantações de Santos, entre outros atos maldosos.

Afrânio, personagem de Antônio Fagundes, fará um acordo com o Ministério Público e a Polícia Federal dará início a operação para prender o político, que ficará desesperado só de imaginar sendo levado para a prisão.

Queiroz é quem vai avisar Carlos Eduardo que Afrânio está dando uma entrevista na televisão e revelando que está colaborando com a operação "Gaiola Encantado".

Publicidade
Publicidade

Ele vai tomar um grande susto ao saber que seu ex-sogro realmente abriu o jogo sobre todos os esquemas de corrupção em que estavam envolvidos. Furioso, vai dar um tiro na televisão e sai para pegar seu passaporte e todo o dinheiro que tem em casa.

No desespero de fugir da Polícia Federal, Carlos Eduardo não vai se lembrar de olhar como está o combustível e vai se dar conta de que o veículo tinha pouca gasolina só quando já estiver bem distante e longe de tudo. Ele então vai improvisar uma fuga sobre um jegue, que não será nada confortável, mas ele não está disposto a ser preso.

Sob o sol escaldante da caatinga, sem nenhum sinal de água, o político começará a sentir sede. E cada vez mais desesperado por um pouco de água, acabará enlouquecendo. Em um certo momento, ele vai começar a ver algumas miragens.

Publicidade

De repente, ele começa a delirar e pensa que tem alguém lhe dando água. Ele se ajoelha e começa a lamber o chão, achando que está bebendo água.

Já sem forças para prosseguir na fuga desesperada, Carlos Eduardo cai no chão e morre de sede, se tornando o cardápio do dia para os urubus, que já estavam sobrevoando seu corpo.

O vento levará todo o dinheiro que ele tinha, e assim chegará ao fim o vilão de "Velho Chico". #Novelas #Rede Globo