Nesta sexta-feira, 16, os primeiros detalhes de como será o enterro do ator #Domingos Montagner, o 'Santo' de '#Velho Chico', começaram a ser divulgados pelos principais portais de notícias do país. A funerária Piaf, por exemplo, localizada em Aracaju, capital do estado de Sergipe, deu detalhes chocantes da preparação do corpo do artista da Rede Globo de Televisão. Imagens do cadáver chegaram a ser divulgadas. Uma das orientações recebidas pela empresa, por exemplo, foi não mexer na barba do profissional da dramaturgia. Os pelos no rosto eram considerados um charme a mais no artista, que foi descoberto galã pela Globo após os 50 anos. 

Montagner tinha 54 anos, tinha uma esposa e deixa três filhos.

Publicidade
Publicidade

Ele estava com Camila Pitanga quando morreu. Veja um vídeo do resgate do corpo. A funerária informou que o artista será enterrado ao modo tradicional para os homens, utilizando um terno. Até mesmo o modelo que será vestido no cadáver foi detalhado em uma entrevista de um dos gestores da funerária ao portal de notícias sobre famosos 'Ego'. Também será usada maquiagem, já que o corpo ficou muito inchado por conta do afogamento. A asfixia mecânica foi apontada como a causa da morte pelo Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe. O IML disse ainda que ele tinha ferimentos na região do tórax, mas que esses eram superficiais. 

De acordo com a funerária, a maquiagem singela foi usada para combinar com o estilo de pessoa que Domingos era. Ele não estava escalado para 'Velho Chico', no entanto, pediu à Rede Globo para participar da novela assinada por Benedito Ruy Barbosa.

Publicidade

Ele era para ser o protagonista de 'A Lei do Amor', que acabou sendo substituído por Reynaldo Gianecchinni. 

Outro detalhe importante na conservação do corpo do ator foi exposto pela funerária. De acordo com a empresa, houve um processo para se recompor as áreas machucadas. Esse processo durou cerca de quadro horas, o que fez com que houvesse certa demora na liberação do cadáver. "Depois disso, vamos preparar a documentação que atesta o tempo que o corpo resiste após os procedimentos, de acordo com a aderência do cadáver às técnicas utilizadas”, explicou o representante da empresa.