O personagem Santo começa a ter o seu fim definido pela Rede Globo de Televisão e muitos fãs já estão chocados. Depois da morte do intérprete do protagonista, #Domingos Montagner, falecer nas águas do Rio São Francisco, coube à emissora tomar uma decisão sobre como prosseguir '#Velho Chico', folhetim do horário nobre. O que tem chocado fãs é que mesmo depois de Domingos morrer, o personagem dele vai continuar no ar até o final do produto assinado pelo autor Benedito Ruy Barbosa, que revelou recentemente ser ateu. 

Depois que fotos do ator morto foram divulgadas na internet, a emissora decidiu que o personagem feito por ele não vai viajar, morrer ou ser substituído.

Publicidade
Publicidade

Quem confirmou a informação foi o portal de notícias UOL. O que fez a Globo tomar a decisão é que a continuidade das cenas em que Montagner participaria não compromete o desfecho da história. Até mesmo o que não foi gravado continuará a ir ao ar, como uma sequência de casamento com a personagem Tereza, interpretada pela atriz Camila Pitanga. A famosa foi flagrada desesperada minutos depois de não conseguir salvar o amigo. 

O desfecho de 'Velho Chico' foi uma comum decisão entre o diretor do enredo, Luiz Fernando Carvalho, o autor da novela, Benedito Ruy Barbosa e a própria Rede Globo de Televisão. Segundo o UOL, faltavam apenas três cenas para serem gravadas para que o desfecho do personagem se concluísse. O não falecimento de Santo é uma forma da equipe fazer uma homenagem a ele, que lutou para entrar no enredo.

Publicidade

Inicialmente, Domingos estava escalado para fazer 'A Lei do Amor', que sucede 'Velho Chico', mas fez questão de estar na história de Benedito Ruy Barbosa por ter fascinação pela natureza e pelo Rio São Francisco. 

A morte de Domingos elevou o Ibope da novela das nove, que na quinta-feira, 15, teve seu recorde desde a estreia, alcançando 35 pontos. Pela manhã e tarde desta sexta-feira, 16, a Globo teve crescimento de um terço no número de telespectadores que acompanham sua programação, indo de 9 para 12 pontos na maior cidade do país. Cada ponto representa cerca de 69 mil domicílios na maior cidade do país.