Uma notícia recente que provocou uma verdadeira comoção nacional foi a morte do ator da Globo, Domingos Montagner, aos 54 anos de idade, por afogamento nas águas do emblemático Rio São Francisco. A tragédia aconteceu na cidade sergipana de Canindé de São Francisco no último dia 15 de setembro, quinta-feira, em um momento que o ator estava no apogeu de sua carreira, interpretando o personagem principal da novela “#Velho Chico”. 

Diante da triste perda, não só de um profissional, mas de uma vida humana, foi veiculada em 21 de setembro a notícia pela imprensa que tanto a Globo, quanto a Prefeitura de Canindé de São Francisco poderão lançar mão de milhões de reais no que diz respeito à indenização pelo falecimento de Montagner. 

A solicitação para o ressarcimento financeiro partiu do MPF - Ministério Público Federal endereçada à prefeitura da pequena cidade nordestina de modo que, a indenização em si seja de aspecto coletivo, ou seja, a Justiça entrou em cena demandando que seja erigido um monumento na própria cidade em homenagem ao ator global; solicitou ainda que o local do afogamento seja interditado, uma vez que não possui placas com advertência sobre a correnteza do rio ou salva-vidas atuando na área.

Publicidade
Publicidade

Por último, o MPF no Estado de Sergipe objetiva que seja pago um valor financeiro pela morte do ator

A jornalista Keila Jimenez, que trabalha no portal R7, revelou que o mesmo órgão federal ainda quer que sejam criados uma escola circense naquela região do Brasil, pois essa era uma paixão conhecida do ator, e um teatro que possa ser batizado com o nome do mesmo. 

Jimenez disse na sua coluna jornalística que a Globo, enquanto empregadora de Montagner, vem fornecendo todo o amparo psicológico e financeiro necessários aos familiares diretos de Domingos, sendo que inclusive pagará na sua totalidade o contrato firmado com o ator, valendo frisar que o profissional recebia de R$ 70 mil a R$ 100 mil mensais, e o contrato havia sido assinado até o ano de 2020. 

Assim, há especulações bastante consistentes de que a Globo visa estabelecer um acordo monetário com a família de Montagner, ator esse que foi considerado um verdadeiro herói pela sua colega de trabalho, a também atriz Camila Pitanga.

Publicidade

É claro que a emissora deseja, antes de tudo, contornar um possível processo trabalhista, na medida em que Domingos estava no Sergipe trabalhando quando o fatídico dia de sua morte não pôde ser evitado. #Domingos Montagner #Rede Globo