Larissa Manoela é uma das maiores estrelas teen da atualidade. Aos 15 anos de idade, ela tem uma carreira consolidada na televisão e na música, além de uma notável trajetória no teatro e até mesmo no cinema, sendo que, inclusive, Larissa gravará dois filmes ainda esse ano. No ar em #Cúmplices de um Resgate, a jovem estrela já tem um novo projeto acertado na televisão: "As Aventuras de Pollyanna e João Feijão".

Escrita por Íris Abravanel, a nova novela tem sua estreia prevista para o final do ano que vem, sendo a substituta de Carinha de Anjo, que estreará no próximo mês de Novembro. A nova trama da esposa de Sílvio Santos será uma adaptação do clássico da literatura Pollyanna, que narra a história de uma jovem orfã, cujo pai era um missionário.

Publicidade
Publicidade

Após a morte de seu pai, ela se muda para outra cidade onde vai viver com sua tia, e nesse novo lar ela muda a vida de todas as pessoas repassando lições de paz, felicidade e amor em Jesus Cristo, seguindo um conceito de evangelização cristã.

A atriz Larissa Manoela, no entanto, está sofrendo críticas por pegar esse papel. Isso porque, na obra original, Pollyanna é uma garotinha de onze anos de idade, enquanto a intérprete das gêmeas Isabela e Manuela já tem quase 16 anos, sendo que, quando a novela estrear, ela estará prestes a fazer 17. Segundo os fãs do livro, a essência da obra é a pouca idade da mocinha, que é uma criança.

Fãs de literatura constantemente criticam mudanças radicais feitas nas adaptações das obras literárias originais. Mas, na verdade, não se sabe ao certo quase nada sobre essa novela de Íris Abravanel.

Publicidade

Pelo título, se sugere que ela possivelmente seja uma versão totalmente livre, já que no livro não existe um personagem João Feijão. Portanto, provavelmente a esposa de Sílvio Santos somente deve ter pego uma pequena parte da trama original e criou uma novela totalmente diferente em cima disso.

A produção dessa nova trama marca uma pausa na adaptação de textos latinos, na qual o #SBT vinha investindo nos últimos quatro anos. A primeira foi Carrossel (adaptação da versão mexicana, mas texto original argentino), seguida de Chiquititas (Argentina), Cúmplices de um Resgate (Mexicana) e agora Carinha de Anjo (também adaptada da versão mexicana, mas de origem argentina). #Novelas