Durante o Festival de Veneza, a modelo Dayane Mello, brasileira que ganhou as passarelas do mundo, recebeu muitas críticas ao aparecer no evento com um vestido bastante ousado.

O grande centro dos ataques na internet não foi apenas o vestido ousado, com uma grande abertura, mas sim o fato de Dayane não usar calcinha. Outras famosas já sofreram, inclusive, com cliques de quando estavam em grandes eventos sem calcinha, mas no caso da catarinense, o vestido que deixava tudo ainda mais à mostra logo virou assunto na internet e foi alvo de muitas críticas e, em alguns casos, de elogios em defesa da modelo.

Resposta às críticas em seu perfil no Instagram

A modelo tentou se defender em seu Instagram dizendo que quando uma mulher desfila em um tapete vermelho, ela se torna uma princesa e ninguém deve falar a uma princesa como ela tem que se vestir ou até mesmo se despir.

Publicidade
Publicidade

Apesar da declaração, escrita em italiano, muitos comentários negativos de internautas também foram publicados.

Resposta dos internautas à publicação de Dayanne Mello

Muitas pessoas criticaram a modelo dizendo que um evento como o Festival de Veneza merece um look elegante e respeitoso. Outras disseram que princesas de verdade não se despem.

Festival de Veneza

A modelo brasileira, considerada uma das mais bonitas do mundo, foi ao evento para conferir a première da série que será estrelada por Jude Law, “The Young Pope”. A série traz a história de um americano que passou de padre a Papa.

Muitos outros famosos também estiveram em um dos festivais que figura na lista dos mais esperados do mundo, principalmente pelas novidades de filmes e séries que são apresentados durante o evento.

Apesar das críticas, tiveram pessoas que elogiaram o look ousado da modelo, e apoiaram na internet a coragem de Dayane apostar na composição e ainda defender o seu direito de se vestir como quiser.

Publicidade

E você, o que achou?

Deixe a sua opinião nos comentários e fique de olho para ficar por dentro de todas as notícias e novidades do Brasil e do mundo. #Moda