No início deste ano (2016), a #Rede Record foi alvo de duas grandes polêmicas envolvendo suas produções. A primeira foi o caso dos ingressos esgotados e sessões vazias: um suposto 'recorde de bilheterias' com a versão cinematográfica de sua novela 'Os Dez Mandamentos', que foi desmascarada após saber que a Igreja Universal estava por trás da compra em larga escala dos ingressos, e por muitas vezes eram distribuídos nos shoppings ou nas filas dos cinemas.

O segundo caso foi apelidar sua atual novela 'Terra Prometida' como a versão brasileira de '#Game of Thrones', nomeando a vilã com o mesmo nome de uma das personagens principais do seriado da HBO.

Publicidade
Publicidade

O que causou um verdadeiro alvoroço nas redes sociais por parte dos fãs de 'As Crônicas de Gelo e Fogo'.

Agora, novamente, a Rede Record vai exibir um 'Game of Thrones gospel', agendado para o último trimestre deste ano. O apelido surgiu pelas referências contidas nos roteiros, figurinos, cenários, personagens que a minissérie "A.D. The Bible continues" - em tradução livre, 'Depois de Cristo a bíblia continua - apresenta, de acordo com os jornalistas.

Se trata de uma produção norte-americana, que se inicia durante a crucificação de Jesus e prossegue ilustrando o nascimento do cristianismo e a perseguição sofrida pelos cristãos após o episódio da ressurreição. O protagonismo foi responsabilidade do argentino Juan Pablo Di Pace, que já atuou em "Fuller House". O título nacional oficial até o momento não foi revelado, mas será a continuação da série 'The bible', produzida pelo History Channel, que já foi ao ar pela Record.

Publicidade

Os direitos de transmissão da NBC foram comprados pela emissora brasileira, e o material será exibido na faixa de horário que costumam ser encaixados os reality shows.

A princípio, o reality 'Troca de Família' seria exibido mas algumas mudanças na grade horária do canal trouxeram o seriado gospel para o Brasil.

Até quando será que a Rede Record vai insistir em ficar na sombra do título 'Game of Thrones'? Afinal, nenhum fã até hoje concordou com tal semelhança. #Seriados