A Globo já está preparada para fazer uma reformulação total no “Jornal Nacional”, o telejornal mais assistido e influente do país. Tal como informa o site “TV Foco”, ao contrário do que se tinha especulado, William Bonner vai mesmo continuar como âncora do telejornal, sendo esse fato um dos poucos que vai se manter inalterado. As principais reformas serão no cenário e no formato do JN, sendo que o objetivo da emissora é de modernizar e deixar o programa mais informal, fazendo com que seus âncoras apresentem as matérias em pé com maior regularidade.

Bonner é o âncora do “Jornal Nacional” há cerca de vinte anos e, apesar de já ter informado os responsáveis pela Globo que pretende deixar o jornalismo para investir todo seu tempo na área do entretenimento, a verdade é que essa mudança não será para já, mesmo depois de toda a polêmica que seu nome está causando após o anúncio do divórcio com Fátima Bernardes, o que poderia, naturalmente, manchar sua credibilidade durante a apresentação do telejornal.

Apesar de já terem sido anunciados os potenciais substitutos para Bonner, a Globo está agora apenas focada em renovar por completo a imagem do “Jornal Nacional”.

Publicidade
Publicidade

Como informa o site “TV Foco”, a Globo já anunciou uma série de novidades para o futuro do JN, optando por tornar seu cenário muito mais informal, abandonando um pouco a imagem icônica do “Jornal Nacional” que “invade” a casa de milhões de brasileiros, há várias décadas.

Quanto a William Bonner, apesar do enorme interesse mediático que tem sofrido nas últimas semanas, a verdade é que o experiente jornalista tem conseguido fazer um trabalho exemplar na condução do telejornal, não permitindo que mais rumores e especulações sejam alimentadas pelos órgãos de comunicação social e, muito menos, prejudicar a imagem de seriedade e profissionalismo do “Jornal Nacional”. Ainda assim, e seguindo também os passos de Fátima Bernardes em 2011, Bonner pretende ir para área de entretenimento, fazendo com que ele ganhe substancialmente mais do que tem recebido até hoje.

Publicidade

Contudo, essa mudança poderá ainda ser demorada e facilmente se estender apenas para 2020. #Rede Globo