Nesta quinta-feira, 15, o Brasil foi surpreendido com a morte do ator Domingos Montagner, o 'Santo' de '#Velho Chico', que surpreendentemente faleceu afogado justamente no rio que dá nome à trama. Isso depois de na própria história seu personagem quase morrer após um atentado, ser jogado no São Francisco e depois salvo por índios, que fizeram um ritual para lá de estranho. O que pouca gente sabia até então é que 'Velho Chico' é uma novela que teve problemas do começo ao fim. A trama esperou na fila para entrar no ar incríveis sete anos. Ela era para ter feito parte da grade da  TV Globo em 2009, mas o canal torceu o nariz, por achá-la chata demais para o horário, que seria o das 18h.

Publicidade
Publicidade

Camila Pitanga é vista fora de si após morte de colega. 

Imagens do ator morto chegaram a ser divulgadas na internet. Os diretores acreditaram que o público iria rejeitar o enredo assinado por Benedito Ruy Barbosa por esse ser parado demais. Depois de problemas em outras tramas do horário, a Globo decidiu arriscar e colocou às pressas 'Velho Chico' no horário das 21h. Como os capítulos dessa faixa são maiores que os das demais, o jeito foi estender as imagens. Com a insistência do diretor Luiz Fernando Carvalho, o conteúdo foi ao ar e entrou no horário nobre. A partir daí, mais problemas aconteceram. 

Caso 'Velho Chico' fosse exibida no horário das 18h praticamente tudo seria feito do próprio Projac, já que o orçamento dessa faixa é menor e deslocar equipes é caro. Isso poderia ter feito com que uma tragédia não acontecesse.

Publicidade

Quem iria interpretar Santo não era Domingos, mas sim Eriberto Leão, que logo pulou fora do barco. Domingos Montagner, que sempre adorou a natureza, decidiu agarrar com unhas e dentes o papel, preferindo abdicar de outro protagonista, o de 'A Lei do Amor', próxima trama do horário das 21h. 

Quem faria a Tereza não seria Camila Pitanga, que acabou estando com o ator no seu último momento. O papel era para Letícia Sabatella, que desistiu da personagem já na fase de produção da história. Ela alegou ter projetos pessoais e aproveitou esse tempo para lutar contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Antes da novela estrear, o escritor da trama entrou em uma polêmica com os gays, dizendo que não fazia "história de bicha". 

A primeira perda que abalou muito o elenco foi do ator Umberto Magnani, que morreu em abril depois de sofrer um AVC em pleno Projac. #Famosos #Novelas