Parece que o nome do humorista Rafinha Bastos não é mesmo bem cotado entre toda a família Camargo. Durante #entrevista para o Programa do Porchat, na Record, exibida na última quarta, 31 de agosto, Zezé Di Camargo e Luciano soltaram o verbo e falaram sobre vários assuntos. Em um deles, Zezé falou sobre o processo que envolveu o nome de Rafinha e o da filha, Wanessa Camargo, quando, em 2011, na bancada do CQC, na Band, Rafinha disse que "comeria Wanessa e o bebê."

Na época, a filha de Zezé estava grávida do primogênito, José Marcus, fruto de seu relacionamento com o empresário e marido, Marcos Buaiz. A cantora então entrou com uma ação na Justiça e, na ocasião, Rafinha foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) a pagar R$ 150 mil.

Publicidade
Publicidade

"Esse não tem jeito. Não me encontrei com ele depois dessa situação e nem quero. Eu penso assim, as minhas costas são largas, podem falar o que quiser. Agora, quando mexe com filho da gente é muito complicado", ressaltou. O sertanejo falou que ficou sabendo da declaração de Rafinha quase que na hora e que o assunto machucou a filha psicologicamente. "Fazer graça machucando as pessoas não tem graça", arrematou o cantor, ao ser questionado pelo apresentador Fábio Porchat sobre o assunto. 

Bastante ativo na rede social, Zezé Di Camargo disse que, apesar do uso das redes sociais facilitar muitas situações, também é capaz de transformar muitas em maldade. Ele relembrou a polêmica envolvendo o nome dele e do cantor Wesley Safadão, quando, em junho de 2016, foi questionado por um internauta do por quê utilizar um vôo comercial e não um jatinho, como Wesley.

Publicidade

"Artista quando começa a fazer sucesso é assim: só anda de jatinho, Ferrari, barco de luxo. Conhece aquela palavra emergente? Também já passei por essa fase", disse, na ocasião. Apesar de dizer que a declaração não havia trazido qualquer estranhamento entre os dois, Porchat fez questão de ligar para Wesley Safadão ao vivo. "A música popular brasileira tem muito a agradecer a estes caras aí que fizeram história e continuam fazendo até hoje!", disse Safadão.

Bastante alegre, a dupla Zezé Di Camargo e Luciano também falou sobre a questão dos desentendimentos entre irmãos. "A nossa relação vai muito além disso, extrapola o profissional. A briga entre irmãos é até natural, brigamos, ficamos com raiva um do outro, mas não fica mágoa", frisou.

A dupla sertaneja, que se apresenta dias 1º e 2 de setembro no Teatro Positivo, em Curitiba (PR), adiantou que escolherá, durante o show, um fã para participar do próximo clipe. "A pessoa será escolhida na hora, será uma surpresa", afirmou.

Impeachment

Ao ser questionado sobre a situação política do país e o impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff, Zezé Di Camargo disse que acompanhou todo o processo, tanto na Câmara quanto no Senado.

Publicidade

"O Brasil precisava passar por isso. É um país muito rico e abençoado, com uma condição natural fantástica, mas que tem um povo pobre, pois a riqueza está muito concentrada. Isso que ocorreu não foi golpe e está dentro da constituição", alegou. Já Luciano preferiu não opinar sobre o assunto publicamente. #ProgramadoPorchat #Rede Record