Cada vez mais artistas e #Famosos estão aderindo à nova cirurgia plástica da moda: a #bichectomia. Este tipo de procedimento cirúrgico consiste na retirada de bolsas de gordura que estão localizadas no interior das bochechas, entre a mandíbula e a maxila, chamadas de "Bola de Bichat" ou Corpo Adiposo Bucal. É um procedimento bastante simples e o cirurgião-dentista, profissional de saúde que está habilitado para fazer este tipo de #plástica, apenas aplica anestesia local, sem necessidade de internamento. Em alguns casos, para maior conforto do paciente, pode ser utilizada a sedação consciente, feita com os gazes protóxido de azoto e oxigênio, o que reduz muito a ansiedade e expectativa de dor.

Publicidade
Publicidade

Pela simplicidade e baixo custo do procedimento, quando comparado com outras intervenções de cirurgia plástica, e pelo resultado estético final, quase sempre muito satisfatório, é comum hoje em dia anônimos e celebridades recorrerem a esta cirurgia para conseguirem afinar as feições e adquirir padrões estéticos que estão na moda hoje em dia: perfil de rosto fino e magro.

Além da rapidez com que é feita (cerca de 30 a 40 minutos), a bichectomia não deixa cicatrizes aparentes, já que é feita a partir do interior da cavidade oral. Este é outro atrativo para pessoas famosas e que vivem da sua imagem procurarem a bichectomia: as cicatrizes são imperceptíveis exteriormente. A recuperação também é extremamente rápida, em uma semana no máximo, em quase todos os casos, as funções de mastigação e fala estão totalmente recuperadas sem necessidade de repouso.

Publicidade

Celebridades que fizeram bichectomia

Veja a lista de artistas e famosas que retiraram a bochecha:

1 - Mila Kunis

2 - Fergie

3 - Jennifer Lawrence

4 - Jennifer Aniston

5 - Renée Zellweger

6 - Cristina Mortágua

7- Natalia Casassola

8 - Adélia

9 - Jennifer Lopez

10 - Kim Kardashian

11 - Megan Fox

12 - Madonna

13 - Victoria Beckham

14 - Angelina Jolie

15 - Megan Fox, sob uma diferente perspectiva

A bichectomia é um procedimento simples e está se tornando cada vez mais corriqueiro mas, como todas a cirurgias e intervenções clínicas, também tem os seus riscos. A região anatômica onde o procedimento é feito é rica em ductos salivares, artérias e nervos. Alguns destes nervos, como o trigêmeo, responsável pelas sensações na face, podem ser afetados durante a cirurgia, provocando complicações como a falta de sensação em alguns locais do rosto e até mesmo paralisia facial. Outros riscos, como hemorragias e infecções, também estão presentes. Para minimisar os problemas, este procedimento só deve ser feito por profissionais capacitados e treinados.