Em homenagem ao Dia das Bruxas (Halloween), uma lista foi montada pelo CinePOP contendo grandes criaturas abomináveis dos filmes de #Terror, confira as melhores delas:

Crawlers (Abismo do Medo)

No longa, as criaturas aterrorizantes são cegas, porém, a audição extremamente apurada e agilidade são mais que suficientes para caçarem presas humanas. Sem contar o ambiente claustrofóbico em que o #Filme se sucede.

Demônio de face vermelha (Sobrenatural)

Em 'Sobrenatural' (2010), existem vários momentos assustadores, claro, mas nenhum deles supera a sequência em que o Demônio é finalmente revelado. O vilão sem dizer uma única palavra, com certeza, conseguiu provocar pesadelos em muita gente.

Publicidade
Publicidade

The Creeper (Olhos Famintos)

A cada 23 anos, uma criatura de aparência completamente assustadora desperta e, com sua inteligência, caça e tortura sua vítimas. Eis um daqueles filmes de terror que, mesmo contendo uma criatura abominável, é o terror psicológico que se sobressai.

Lobisomem

Fugindo dos lobisomens atuais que se assemelham muito mais com Jacob da saga Crepúsculo, a criatura supracitada refere-se à versão clássica. Nascida da lendária maldição em se tornar meio - descontrolado - lobo a cada lua cheia, algo tão bem explorado em filmes como “Um Lobisomem Americano em Londres” ou, no remake mais recente de “O Lobisomen”.

Freddy Krueger

Certo, o Freddy não é exatamente uma criatura, ele é um "humano", assassino de criancinhas, que morreu em um incêncio provocado por pais vingativos.

Publicidade

Acontece que nem tudo que está morto, está esquecido, Freddy Krueger que o diga. Como um ser sobrenatural ele passa a invadir os sonhos de adolescentes e assassiná-los, o que reflete na vida real diretamente. Com sua aparência icônica com suéter listrado, chapéu e a luva de lâminas, se transformou em um dos maiores personagens do terror.

Drácula de Bram Stoker

Um ser místico que pode alternar sua forma entre vampiro, lobisomem ou morcego, dotado de uma força sobrenatural, com direito, ainda por cima, aos poderes de sedução. Francis Ford Coppola soube comandar magistralmente a versão de Bram Stoker, em 1992. E tudo foi possível, também, graças à sensacional atuação de Gary Oldman. Um clássico do #Cinema de terror.

Tubarão

Steven Spielberg e sua genialidade para comandar ficções e thrillers, conseguiu em conjunto da trilha sonora do inspiradíssimo John Williams, trazer uma das criaturas mais intimidante dos anos 1970. Isso porque não se trata de algo sobrenatural, mas sim um dos predadores mais temidos dos oceanos. Foi um verdadeiro feito, e a praia nunca mais foi a mesma.