A novela 'A Lei do Amor' está apenas em seu início, e muitas emoções estão dando uma perspectiva positiva em relação ao futuro da trama. Com uma crescente aceitação pelo público, a novela atingiu seu ápice no capítulo em que Fausto (Tarcísio Meira) e Suzana (Regina Duarte) sofreram um atentado. Este episódio causou grande agitação nas redes sociais e movimentou comentários sobre a nova promessa das 21 horas da #Rede Globo. Essa grande agitação se fez devido ao suspense criado pelos autores em relação ao mandante do atentado - alguns personagens se tornaram os suspeitos do crime para o público.

Na busca pelo mandante do atentado contra o pai e que levou à morte de Suzana, o filho de Fausto, Pedro (Reynaldo Gianecchini), irá investigar com afinco as possíveis causas para o ocorrido e acabará descobrindo falcatruas de Ciro (Thiago Lacerda) na empresa da família.

Publicidade
Publicidade

Tudo começa quando Fausto pede para Pedro retornar ao Brasil, sem lhe dizer a necessidade de seu retorno. No entanto, o pai de Pedro sofreu um atentado antes que pudesse revelar ao filho o motivo de seu pedido. No atentado, Suzana morreu e Fausto foi hospitalizado em coma e em estado crítico. Pedro permanecerá no hospital ao lado do pai, na esperança de que ele desperte do coma e indique o culpado e os motivos que levaram a atentarem contra sua vida, porém será frustrado pela incapacidade de Fausto, que acordará do coma em estado vegetativo.

Pedro será informado pelo médico Bruno que o estado de Fausto pode ser irreversível devido aos dois hemisférios cerebrais estarem comprometidos e ainda haver o agravante da idade. Pedro ficará chateado e irá prometer ao pai que permanecerá no Brasil até descobrir o responsável ou até que o pai esteja em condições de contá-lo.

Publicidade

A partir daí, Pedro decide contratar uma auditoria para a empresa familiar e virá a descobrir irregularidades nas contas da empresa, principalmente direcionadas ao setor de compras, comandado por Ciro. Ele acusará o rival de roubo e questionará os produtos superfaturados por Ciro como papel higiênico e sabonete líquido. Ciro tentará se justificar, porém ficará sem argumentos e será forçado a pedir apoio a Magnólia (Vera Holtz) contra as acusações do mocinho. Ciro pedirá que Mag escolha entre ele e Pedro, porém terá o pedido negado, pois Magnólia lhe dirá que não quer confusão com o filho de Fausto, pelo menos até que as eleições se encerrem e não haja perigo de complicações na candidatura de Hércules (Danilo Granghéia) à prefeitura de São Dimas. #A Lei do Amor #Novelas