Os diretores da TV Record estão rindo à toa. O motivo de tanta alegria é o sucesso da novela #A Terra Prometida, que mantem o segundo lugar isolado em todo o país. A trama escrita por Renato Modesto e dirigida pelo consagrado diretor de #Novelas Alexandre Avancini estreou no dia cinco de julho e vem crescendo a cada dia, conquistando milhares de telespectadores. Muitos noveleiros de plantão estão trocando a novela Lei do Amor, da Rede Globo de Televisão pela novela bíblica.

Segundo dados do Painel Nacional de Televisão (PNT), entre os dias 03 e 09 de outubro, a novela registrou altos índices de audiência por causa das cenas que anteciparam a famosa e aguardada queda das muralhas de Jericó.

Publicidade
Publicidade

A capital do Pará, Belém, a cidade que mais vê A Terra Prometida e registra os maiores índices, fechou a semana com 23,3 pontos de média. Logo em seguida vem a cidade de Vitória, capital do Espírito Santo, que registrou 18,6 pontos de média. Indo para a região Centro Oeste, mais precisamente para a capital de Goiás, Goiana, a média foi de 17,5 pontos. Já no nordeste, Recife garantiu a média de 16,4 pontos. Na região sudeste, Belo Horizonte obteve a média de 15,4 pontos. No Rio de Janeiro a média foi de 15,8 e São Paulo consolidou com a média de 14,6 pontos.

As minisséries e novelas bíblicas são a galinha dos ovos de ouro da Record

O bispo Edir Macedo, dono da emissora e o líder da Igreja Universal do Reino de Deus, resolveu unir o útil ao agradável, investindo em minisséries e novelas bíblicas. A primeira aposta do canal no gênero foi em 2010, com a minissérie História de Ester.

Publicidade

A empreitada foi bem sucedida e os índices de audiência foram altos, o que levou a emissora a investir ainda mais no filão.

Em 2011, veio  a minissérie Sansão e Dalíla, com o investimento de 12 milhões de reais. A TV teve um bom retorno e a experiência foi boa em termos de audiência e repercussão. Em 2012, Rei Davi incomodou a Globo e agradou a cúpula da Record. Em 2013, José do Egito foi a minissérie mais cara, em que a emissora gastou 28 milhões de reais e não conseguiu fisgar o público, e assim o prejuízo foi certo.  Em 2014 e 2015, Milagres de Jesus foi divida em duas temporadas; a produção foi modesta e também não conquistou os telespectadores, que preferiram na época a novela Milagres, do SBT

No ano passado, a primeira novela bíblica da emissora, Os Dez Mandamentos, conquistou o país com duas temporadas e conseguiu vencer a Rede Globo várias vezes, chegando a ganhar da emissora carioca de ponta a ponta e conquistar a audiência absoluta. Os telespectadores rejeitaram na época o Jornal Nacional e a novela Regra do Jogo para acompanhar uma das histórias mais interessantes do velho testamento. #Rede Record