Ator da #Rede Globo, #KIKO PISSOLATO, que ficou muito conhecido por interpretar o papel de um motorista chamado Maciel, na novela ‘Amor à Vida’, que foi ao ar no ano de 2013, sofreu um grave #Acidente de bicicleta na última quarta-feira, dia 19, na cidade de São Paulo. Tudo aconteceu de repente, segundo o ator, que disse não ter sido pior porque ele usava capacete no momento do acidente.  Em sua rede social, o ator postou algumas fotos depois do acidente e disse que precisará passar por uma cirurgia no pé, devido à gravidade do ferimento.

Kiko agradeceu a Deus por estar com equipamentos de proteção na hora do acidente, como o capacete, pois se não estivesse usando tais equipamentos ele poderia ter morrido, devido à gravidade do acidente, mas que o desespero maior dele foi ter quebrado o pé novamente.

Publicidade
Publicidade

Disse também que passou muitas coisas em sua cabeça, como por exemplo, o fato de ter que passar por tudo novamente, como fazer cirurgia, ter que ir ao hospital e principalmente o fato de ter que ficar meses sem poder andar. Apesar de tudo, ele foi bem otimista no final do que escreveu, dizendo que logo tudo vai passar e será mais uma vitória em sua vida.

Ao conceder uma entrevista ao site Ego, Kiko Pissolato explicou o motivo do seu acidente. Ele disse que tudo aconteceu devido a um defeito no freio de sua bicicleta e que está muito acostumado a andar de bike, uma vez que faz esse tipo de atividade todos os dias. Tudo aconteceu quanto o ator voltava para casa e percebeu que o freio não estava funcionando muito bem. Entretanto, ele optou por não parar e continuou seguindo o seu caminho. Logo ele começou a descer uma ladeira e quando precisou acionar os freios de sua bicicleta, eles não funcionaram, e quando ele atravessou o sinal aberto, acabou batendo em um carro e depois foi atingido por outro, sendo arrastado até parar.

Publicidade

No final da entrevista, Kiko disse que deveria ter parado logo no momento que percebeu que os freios de sua bicicleta não estavam funcionando tão bem, e levantou o assunto relacionado à falta de mais ciclovias, uma vez que, segundo ele, se existissem mais ciclovias, esse tipo de acidentes seriam mais raros de acontecer.