Vivemos em uma época em que, infelizmente, a #Violência está em todos os lugares e ninguém está livre de passar por situações de sufoco, medo e desespero ao se ver de cara a cara com um bandido, ainda mais quando o mesmo se encontra armado.

Quem passou por um sufoco desses na noite da última terça-feira (27), foi a cantora Pepê, que já fez dupla com a irmã Neném, juntamente com a esposa Thalyta, que está grávida de gêmeos. Pepê e Thalyta estavam em um ponto de ônibus quando foram abordadas pelos bandidos.

Pepê contou que as duas estavam esperando um ônibus, na cidade de Santo André, São Paulo, quando se aproximou uma moto com dois homens e as abordaram.

Publicidade
Publicidade

Segundo a cantora, ela estava indo para o teatro e resolveu levar a companheira junto, e elas foram pegar um ônibus que as deixaria próximo ao metrô. Enquanto estavam no ponto de ônibus, os homens se aproximaram na moto e pediram os celulares das vítimas.

Pepê estava em pé e a mulher sentada. Assim que recolheram os celulares, os bandidos foram embora. Pepê conta que elas ficaram muito nervosas, pois os bandidos estavam armados, mas eles queriam só os celulares e assim que conseguiram foram embora.

A maior preocupação e medo da cantora foi com a esposa e com os bebês que ela espera. Ela conta que teve muito medo de fazerem algum mal a elas, mas que sempre conversaram com a possibilidade de #assalto e com a questão de nunca reagir se algum dia acontecesse.

Ela conta que foi um susto enorme a situação que viveram, mas que foi de boa e o momento mais tenso foi quando os homens se dirigiram a Thalyta, que estava sentada, e o que ela pôde fazer é ficar olhando para ver se iam fazer alguma coisa com a mesma.

Publicidade

Apesar do grande susto, Pepê agradece a Deus por elas estarem bem, e por terem sofrido apenas prejuízo material. Ela tem a consciência que o pior poderia ter acontecido, visto que os bandidos se encontravam armados e geralmente não têm nada a perder e se precisar tiram a vida de uma pessoa, sem nenhuma culpa ou remorso, apenas por conta de um celular. #Pepê