Talvez uma das personagens mais sofridas das #Novelas da #Globo, Shirlei, vá passar por mais alguns problemas antes de um esperado final feliz na novela "Haja Coração", que vai ao ar na emissora de Roberto Marinho às 19h.

De acordo com informações do site Purepeople, a personagem de Sabrina Petraglia vai ouvir barbaridades de sua irmã Carmela, vivida pela atriz Chandelly Braz.

A mocinha ouvirá da irmã que foi ela quem causou o acidente que lhe deixou com uma deficiência na perna, Carmela ainda dirá que odeia a moça, por várias vezes, e que ela deveria tê-la matado e não a deixado manca.

A vilã, filha de Francesca (personagem de Marisa Orth), vai falar ainda que a irmã é a causa dela ter um temperamento não muito amistoso.

Publicidade
Publicidade

Questionada por Shirlei, que ficará muito triste, sobre como ela teria causado o acidente, Carmela vai explicar que a deixou cair quando ela era bebê, após um tropeço.

Carmela vai explicar ainda que nada foi proposital, "Foi tudo sem querer", dirá a personagem de Chandelly Braz, que prosseguirá explicando como tudo aconteceu e, principalmente, como o trauma de derrubar a irmã a atingiu psicologicamente.

Mas então Shirlei percebe um impasse e questiona qual o motivo de tanto ódio se nada, segundo sua irmã, foi proposital. A moça responderá que o ódio é por conta de sua mãe nunca mais a olhar como antes, considerando-a  culpada pela deficiência da irmã.

Ela revelará ainda que sua mãe a proibiu que se aproximasse de Shirlei, desde muito pequena a personagem foi se isolando dentro da própria casa, a falta de uma companhia a fez se sentir um monstro, principalmente pela culpa que ela carrega por todos estes anos.

Publicidade

A vilã vai bradar, ao final de seu desabafo, que só vai se sentir feliz quando não precisar mais olhar no rosto de mais nenhum de seus familiares.

"#Haja Coração" está próxima de seus capítulos finais, a audiência tem sido, inclusive, maior que a produção das 21h, considerada a principal novela da emissora carioca. O capítulo final pode ir ao ar numa segunda-feira, mas nada está certo ainda.