O apresentador José Luiz Datena é conhecido em todo o Brasil pelo o seu jeito inusitado de comandar programas. A sinceridade dele já fez com que ele recebesse muitos processos. Gente que ficava incomodada ao ouvir o que o jornalista chama de "verdades". Nesta quarta-feira, 26, no entanto, o comandante do 'Brasil Urgente', da TV Bandeirantes, voltou a surpreender e comentou sua rápida passagem pela TV Record. Ele disse que tem muitas mágoas da TV Record e que a Igreja Universal do Reino de Deus, através dos seus bispos, tirou dinheiro dele. Datena eximiu de culpa o dono do canal e bispo chefe da Universal, Edir Macedo, e também o então seu chefe Honorilton Gonçalves, que também é bispo. 

O desabafo de Datena apareceu em um momento de dificuldades na disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

O candidato da Universal, Senador Marcelo Crivella, do PRB, tem recebido fortes ataques da imprensa. Algumas pesquisas indicam que ele teve uma queda nas intenções de votos. Enquanto isso, o mesmo não tem acontecido com seu opositor, Marcelo Freixo, que subiu na curva na reta final da campanha. Na televisão, Crivella acusa em seu programa eleitoral à Globo, a Veja e o PMDB de estarem com medo de que ele ajude a Record no campo comercial. Ele disse que isso era uma besteira e que jamais faria isso.

Contrariando as alegações do bispo, vídeos mostram Crivella dizendo que foi obrigado pela Universal a entrar na política e que é preciso fisgar o peixe para conseguir a oferta, uma forte insinuação de como a igreja teria feito para construir um patrimônio bilionário. 

De acordo com Datena, ele recebeu uma ótima oportunidade de apresentar um programa local no Rio de Janeiro.

Publicidade

Ele moraria em um ótimo apartamento da capital carioca e receberia, segundo as palavras do próprio comunicador, um caminhão de dinheiro para ficar à frente da atração. “Tem uns caras lá [na Record] que eu odeio, odeio de paixão”, declarou.“Não tenho queixa nenhuma contra ele [Honorilton Gonçalves], nem do bispo Macedo, só me levaram uma grana violenta que eu devia, mas eu paguei", completou o comunicador.  #Famosos #Religião