A campanha do “Outubro Rosa” deu literalmente o tom durante o mês corrente, nas mais diferentes áreas, inclusive e, principalmente, na mídia. Não foi diferente com o "Encontro", da #Rede Globo de Televisão, apresentado todas as manhãs pela estrela #Fátima Bernardes (ex-apresentadora do Jornal Nacional, com seu ex-marido William Bonner). No último dia 26 de outubro, quarta-feira, Fátima recebeu no programa dela algumas mulheres que tiveram de enfrentar com a cara e a coragem a temível #Doença do câncer. Elas deram depoimentos emocionantes, mas um relato em especial acabou levando a apresentadora às lágrimas. 

Uma mulher chamada Ana Paula fez o seu depoimento no Encontro, dizendo que, no ano de 2014, ela foi fazer exames rotineiros e teve a infelicidade de ser diagnosticada com câncer de mama.

Publicidade
Publicidade

Ela contou que soube do diagnóstico quando, ao chegar em casa, o marido estava à espera dela, com o rosto bastante inchado de tanto chorar. O homem levou Ana para o quarto e ali ele deu a notícia nada boa para a esposa, que posteriormente expôs no YouTube a rotina árdua de exames e também as sessões de quimioterapia a que se submeteu. 

Ana Paula foi, então, a convidada que tocou no coração de Fátima Bernardes, ao confessar que talvez não tivesse vencido a luta contra a doença se o seu marido não a tivesse apoiado tanto no transcorrer do tratamento, considerado por ela como uma tortura. A mulher falou que o marido funcionou como uma espécie de enfermeiro, pai, cabeleireiro, e foi muito parceiro dela. “Ser marido na saúde e na alegria é fácil, mas é na doença e na tristeza que você descobre quando o homem é o verdadeiro marido”, complementou Ana, aos prantos. 

A emoção tomou conta de todos no programa.

Publicidade

Fátima não se fez de rogada e abraçou a Ana, dizendo em prantos e com a voz trêmula, o seguinte: “tenho certeza que você foi merecedora desse marido, que você fez por onde, para ter essa companhia”.

Ana Paula vai lançar um livro, cujo título é “Encontrando a alegria em meio à dor”. Os médicos diagnosticaram que a moça não sofre mais do câncer. 

Também estava presente na mesma manhã de quarta-feira a jornalista Susana Naspollini, que havia se afastado do programa de noticiários da Cidade do Rio de Janeiro, RJTV, no mês de abril, para também combater um agressivo câncer de mama. Ao lado de sua filhinha Julia, de 10 anos, Susana estava feliz da vida, pois o tratamento havia se encerrado com êxito. "Estou pronta para seguir a minha vida”, disse.

E você, foi mais um dos que puderam se emocionar com os relatos das histórias de Ana, Suzana e Fátima?