Nesta quinta-feira, 06, o narrador #Galvão Bueno foi surpreendido com uma homenagem realizada ao vivo no intervalo do jogo da seleção masculina de #Futebol brasileira, que vencia a Colômbia por quatro a zero. Arnaldo César Coelho, Junior e Casabranca fizeram Galvão chorar ao lembrar que ele estava completando 35 anos da Rede Globo de Televisão. O ex-árbitro Arnaldo César Coelho acabou sendo o comandante da homenagem e chamou imagens dos jogos narrados esportista. Ele está junto com o comunicador há 27 anos, assim como o repórter Tino Marcos. Junior está há 21 anos, Casagrande há 20 e o jornalista Mauro Naves, também há 20 anos. 

Galvão chegou a chorar ao ser homenageado e disse que, por mais que ninguém fosse acreditar, ele não sabia que lembrariam que ele estava completando trinta e cinco anos na emissora carioca.

Publicidade
Publicidade

Apesar de ter ficado conhecido como o nome do esporte da Globo, o apresentador chegou a deixar o canal na década de 1990, embarcando em um projeto furado da hoje CNT. Um ano depois ele já estava de volta e, contrariando as expectativas, acabou retornando com toda a pompa que já tinha. Durante toda a transmissão do jogo da seleção, em especial no segundo tempo, Bueno disse que ele e a equipe eram um família. 

Durante a homenagem, o narrador ainda lembrou de grandes nomes que trabalharam com ele, mas que já faleceram. Segundo ele, todos eles ajudaram a construir a história. O primeiro jogo narrado por Galvão somente tinha ele e um repórter. A dificuldade técnica, no entanto, acabou sendo superada, até Bueno substituir o saudoso Luciano Do Valle. O esportista da televisão acabou se consolidando como narrador de qualquer coisa. 

Até mesmo enterro Galvão já teve que narrar, assim como momentos jornalísticos, que, por necessidade, acabaram invadindo alguns eventos esportivos.

Publicidade

Ele também já ficou por muitas horas no ar muitas vezes, como na abertura do Pan-Americano do Rio de Janeiro, que teve horas de atraso. O narrador teve assunto para segurar a grade da Globo por todo esse tempo