João Guilherme e #Larissa Manoela são sem sombras de dúvidas um dos casais jovens mais amados pelo público brasileiro na atualidade. Eles estão em todo o canto: na novela #Cúmplices de um Resgate, em vários programas de auditório, em todas as redes sociais, em capas de revista e na primeira página de vários websites. Muitos até chegam a dizer que eles são o Justin Bieber e Selena Gomez brasileiros.

Em entrevista recente concedida ao portal R7, João Guilherme, que é filho do cantor Leonardo, fez uma declaração surpreendente e chocante sobre sua namorada Larissa Manoela. Segundo ele, é comum que uma mulher seja ciumenta, mas sua namorada é bastante ciumenta.

Publicidade
Publicidade

João e Larissa se conheceram nos bastidores da novela Cúmplices de um Resgate, produção do #SBT que é uma adaptação de uma novela mexicana de mesmo nome, que já havia sido exibida no Brasil em duas ocasiões. Ambos são protagonistas da trama e se conheceram durante as gravações, rapidamente se tornando amigos e pouco depois assumindo um relacionamento sério.

Sobre a revelação que ele fez sobre ela, até chegou a brincar: "olha a carinha dela de ciumenta". Já sobre ele, garantiu não ter nenhum ciúmes, apesar de que Larissa já disse o contrário em outra entrevista.

O filho de Leonardo deu mais detalhes sobre o relacionamento dos dois, afirmando que as brigas são bem raras, acontecendo somente de vez em quando por conta da teimosia de um ou de outro.

Apesar das gravações de Cúmplices de um Resgate já terem chegado ao fim, o casal já está contracenando junto em um novo trabalho.

Publicidade

Se trata do filme "Fala Sério, Mãe!", adaptação do livro best seller de Thalita Rebouças. Larissa protagonizará a obra ao lado de Ingrid Guimarães, que é uma das atrizes mais lucrativas do cinema nacional, conhecida sobre tudo devido à franquia De Pernas Pro Ar.

Os últimos capítulos de Cúmplices devem ser exibidos nesse mês de Novembro, dando espaço para a trama Carinha de Anjo, que deve ir ao ar até o final do ano que vem, quando será substituída por "As Aventuras de Pollyanna e João Feijão".