O apresentador brasileiro de 37 anos voltou a dar uma grande demonstração de seu amor pelos #Filhos, com um textinho que está bombando na web. Junto de uma foto com sua filha Donatella, #marcos mion conta sua opinião sobre deixar os filhos chorar, em um texto emocionado que merece bem toda a nossa atenção.

Afinal, é certo ou não deixar os filhos chorar?

Na verdade, alguns pais defendem que, quando a criança está bem, não precisa ter sempre todas as atenções e até é saudável e ajuda a se tornar mais madura, quando passam mais tempos sozinhos, mesmo que seja chorando. Deixar eles chorarem, para que se tornem mais independentes, para que aprendam a ficar bem, mesmo sem os pais.

Publicidade
Publicidade

Mas, para muita gente, isso é a maior das crueldades. Pai de três filhos, Marcos Mion parece ser um desses pais coruja, que odeia escutar o choro do filho. E, tem problema isso? Para alguns pais, isso vai tornar as crianças mais mimadas. Para outros, como o apresentador de TV, apenas se está dando "segurança" e "amor" para os filhos.

Com uma imagem ternurenta, abraçado de conchinha com a filha Donatella dormindo, Mion revelou que não consegue deixar seus filhos chorarem sem ir ao "seu resgate". E que na hora que doer alguma coisa, eles sabem que o "papai está aqui", bem do lado deles, e pronto para ajudar.

Por uma educação com mais amor, Marcos compartilhou a sua opinião, aquilo em que ele acredita, não querendo, com isso, passar por cima dos ensinamentos dos pediatras, apenas dizer a sua opinião.

Publicidade

E defende mesmo que as crianças devem dormir com os pais, enquanto quiserem.

Pelo menos, foi isso que ele fez com os seus três filhos e não se mostra nem um pouco arrependido.

Este pai compartilhou esse texto, na sua página do Facebook, e já está com mais de 150 mil compartilhamento e centenas de comentários, alguns deles com fotos dos pais dormindo com os filhos. 

São muitas as pessoas concordando que o "mais importante são os filhos" e que devem dormir com os pais, e nunca ficarem chorando, sozinhos, no berço. #Maternidade