Na semana passada, o cantor Mariano, da dupla Munhoz e Mariano, sofreu um acidente nas gravações do quadro 'Saltimbum' na semana passada. Na ocasião, o apresentador #Luciano Huck, que comanda o programa em que o quadro é exibido - o 'Caldeirão', na Rede Globo - sofreu um grave acidente ao pular de uma plataforma, proposta da atração radical. Luciano foi ao hospital onde o profissional da dramaturgia foi internado e chegou a tirar sarro da situação, dizendo que isso acontece com quem faz arte. Ele foi muito criticado, já que aparentemente estava colocando a culpa do acidente em Mariano e não no 'Saltimbum', quadro dele. A tentativa de eximir qualquer culpa dele ou da TV Globo pode acabar mal, com mostra uma reportagem do colunista Léo Dias.

Publicidade
Publicidade

De acordo com ele, Mariano descobriu uma espécie de rompimento cerebral. A queda do cantor da plataforma do 'Caldeirão' fez com que um cisto-tumor benígno fosse rompido. A partir disso, todo o líquido que estaria alojado ali acabou send derramado dentro do crânio do artista. Segundo os médicos, isso apenas aconteceu porque Mariano bateu com a cabeça no trampolim. Ele precisou levar muitos pontos na região do corpo, preocupando os fãs. A notícia que foi trazida por Léo Dias pode fazer com que o quadro radical seja extinto do 'Caldeirão'. Isso porque não é o primeiro acidente que acontece no 'Saltimbum'. Outras lesões e roxidões tem chocado o público. Huck e a Globo agora estão em alerta vermelho e na torcida, é claro, para que tudo acabe bem com o cantor sertanejo.

Léo Dias conversou com um dos médicos de Mariano, Ronaldo Gorga, que explicou o que teria ocorrido com o artista.

Publicidade

De acordo com Ronald, o cisto já estava no cérebro de Mariano, mas que ele não tinha a menor ideia de sua existência. Por sorte, o que foi achado na cabeça de Mariano não era tão grande, o que acabou não causando o que Ronaldo chamou de problema maior. Mesmo assim, a partir de agora, a atenção em relação ao cisto fará com que o cantor sertanejo passe por exames médicos periódicos. "De tempos em tempos ele vai ter que fazer novos exames", explicou o médico.