O ator #Mark Salling, que viveu o personagem ‘Puck’ na série ‘#Glee’, está novamente no palco central de escândalos. Segundo o site ‘TMZ’, pesa sobre o galã uma acusação de assédio sexual. A vítima, que tem 22 anos, alega que se relacionou por alguns meses com o ator, e que houve um momento em que aceitou ir para um quarto com ele. Ela diz que na hora ‘H’ mudou de ideia e desistiu de consumar o ato sexual, mas Mark não acatou o pedido da moça, forçando-a a ter a relação sexual. Estas informações constam no relatório policial. A vítima diz que o crime ocorreu há 4 anos, mas somente agora resolveu apresentar queixa. O caso está sendo investigado pela D.A County de Los Angeles e deve ser esclarecido em breve. 

Em dezembro de 2015 o astro foi acusado pelo crime de posse de pornografia infantil.

Publicidade
Publicidade

A polícia o investigou e encontrou uma quantidade significativa de imagens de crianças em seu computador. Segundo o TMZ foram mais de mil fotografias. Na ocasião ele foi detido mas libertado após pagar uma parcela de US$ 2 mil da fiança fixada em 20 mil dólares.

Em 2013 ele foi processado por agressão sexual. Mark teria forçado a vítima a se relacionar sem o uso de preservativos. Ele negou a acusação porém foi considerado culpado e obrigado a pagar uma indenização de 2,7 milhões de dólares à vítima.

No mundo das celebridades não é difícil encontrar pessoas dispostas a aparecer de qualquer forma. Existem situações 'bizarras' em que mulheres alegam até mesmo ter filhos com artistas de quem nunca sequer chegaram perto. Porém, como a situação deste jovem ator é reincidente, não pode ser desprezada nenhuma acusação, e a polícia americana que é internacionalmente conhecida como uma das mais eficientes no mundo certamente chegará à verdade dos fatos, afinal são crimes graves, todos de conotação sexual.

Publicidade

Muitas mulheres têm medo de denunciar, outras tomam 'coragem' no tempo delas, o que significa que nem sempre a denúncia acontece imediatamente após o estupro. O importante é que todos conheçam seus limites. Seja homem ou mulher, todos têm o poder de decidir o que querem para si, exigindo respeito e integridade física.  #Puckerman