A apresentadora e atriz da Rede Globo de Televisão, #Monica Iozzi, foi condenada na última semana a pagar uma indenização ao ministro do Supremo Tribunal Federal (#STF), Gilmar Mendes, por conta de comentários considerados ofensivos feitos nas redes sociais. Nesta segunda-feira, 3, no entanto, através de sua assessoria, Monica Iozzi disse que irá recorrer da decisão judicial, por não concordar com ela. O ano de 2016 ficou marcado pelos comentários políticos da artista. De acordo com uma matéria do jornal 'O Globo', a ex-comandante do 'Vídeo Show' foi condenada a indenizar em R$ 30 mil Gilmar Mendes por conta de uma publicação feita no Instagram. .

Publicidade
Publicidade

"Os advogados de Monica Iozzi irão recorrer da decisão. Vale ressaltar que a atriz reafirma que não houve qualquer tipo de ofensa ao ministro", diz a assessoria da contratada da Rede Globo. Além disso, os advogados da comunicadora alegam que ela só usou o livre direito de opinião ao falar sobre um fato conhecido por todo o público. Para os profissionais da justiça, Iozzi apenas falava a respeito de um tópico conhecido por toda a imprensa e que acabou chocando o país. Na postagem, ela criticava o fato do Supremo Tribunal Federal ter dado habeas corpus para o médico Roger Abdelmassih, acusado e condenado por ter abusado sexualmente de dezenas de suas pacientes.

A postagem da discórdia foi feita em maio deste ano. No texto, ela diz que não sabe o que esperar do Brasil, já que o ministro do Supremo fez "isso" (dar o habeas corpus) ao médico.

Publicidade

Abdelmassih acabou sendo condenado a mais de 180 anos de prisão. Ele foi acusado de estuprar as próprias pacientes, além de manipulação irregular em embriões entre os anos de 1990 e 2008. O médico está preso em Tremembé, em São Paulo. 

Segundo o juiz que deu a sentença contra Monica, que estava analisando o processo desde o dia 6 de junho, a comunicadora extrapolou os limites do seu direito de expressão. Para o juiz, Monica Iozzi passou do ponto ao fazer críticas contra Gilmar Mendes, ofendendo sua honra.