Nesta quinta-feira (13), uma linda veio ao mundo. #Kyara nasceu às 11 da manhã do dia 13 de outubro. A pequena é filha de #Kyra Gracie e #Malvino Salvador, que são papais pela segunda vez. 

A assessoria de imprensa da Clínica São José, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, onde Kyra está internada, informou que tudo ocorreu bem durante o parto e que a bebê nasceu com muita saúde.  A menina nasceu de parto normal, com 3,4 kg e 49 cm.

A apresentadora e atleta trabalhou até os últimos dias de sua gravidez, cobrindo os Jogos Olímpicos e ainda dedicando cuidados a sua primeira filha, Ayra, que tem apenas dois anos.

Muito emocionada, Kyra conta que foram momentos de superação.

Publicidade
Publicidade

Ela diz que achou que não fosse conseguir cobrir todos os jogos que cobriu e cumprir seu trabalho. "Tive câimbras, cansaço, mas sempre vi tudo isso de uma maneira positiva para o meu amadurecimento como apresentadora", conta Kyra.

A mamãe ainda falou que queria muito fazer parte das Olimpíadas, porque este era um momento histórico para o seu país, do qual ela tanto se orgulha. A apresentadora começava as coberturas às onze da noite só saia às sete da manhã. O seu trabalho começava as oito e meia da noite, quando chegava ao estúdio e precisa acompanhar as modalidades para que pudesse comentar durante o programa. "No final, conseguimos entregar um ótimo programa", se orgulha.

Kyra é mãe pela segunda vez, sua primeira filha foi Ayra. Para Malvino, porém, Kyara é sua terceira filha. O ator já é pai de Ayara (2 anos) e Sofia (7 anos).

Publicidade

O nome Kyara, da filha de Kyra e Malvino, foi escolhido após muita conversa entre os pais, que têm como tradição familiar colocar as letras "K" e "Y" nos nomes. 

Kyra contou que Malvino é muito participativo e um paizão. Ela disse que ele participa de todas as atividades e é muito presente. "A Ayra é apaixonada por ele", contou emocionada. "Quando vê o pai na TV, em alguma propaganda, fica muito feliz. Novela ela ainda não assiste, é muito pequena pra entender, por exemplo, o pai beijando outra mulher em algum papel", complementou a mãe, orgulhosa.