Uma análise a respeito dos catálogos da Netflix ao redor do mundo foi feita pelo Streaming Observer que classificou quais localizações têm as melhores listagens de séries e filmes, e quais têm as piores.

Para embasar o estudo, o SO pesquisou quais países possuem em seu catálogo o maior número de títulos que estão entre os 250 melhores filmes do IMDB. Para a surpresa de muitos, o primeiro lugar da abordagem ficou com o Brasil, que detém 85 dos 250 longas-metragens, aproximadamente 34%.

Os Estados Unidos contêm em sua plataforma de streaming somente 12% dos filmes listados no IMDB, perdendo apenas para o Reino Unido que teve o pior catálogo registrado da #Netflix, com somente 28 títulos dos melhores filmes do mundo.

Publicidade
Publicidade

É importante citar que o licenciamento de produções disponíveis nesse tipo de serviço tende a variar de acordo com as regras e leis de cada país.

A plataforma da Netflix norte-americana não renovou seu contrato com umas das distribuidoras de filmes, a Epix, e por isso, sem os devidos direitos de exibição, milhares de filmes foram removidos do catálogo. Dentre os títulos excluídos, estão grandes franquias como "Transformers" e "Jogos Vorazes".

A decisão de abandonar um contrato deste porte, foi dada ao novo foco da empresa, que pretende dedicar-se à produção de mais conteúdo exclusivo e seriados originais, como '#stranger things' - que já possui a segunda temporada engatilhada - 'Easy', 'The Get Down', 'Demolidor', 'Luke Cage', 'Jessica Jones', 'Punho de Ferro', 'Os Defensores' e afins. Ao abrir mão da negociação, a Netflix economizou US$ 1 bilhão, para que possa investir em seus novos planejamentos.

Publicidade

Porém, a desvantagem é que o catálogo sensacional da Epix caiu na mãos da concorrente direta da Netflix, Hulu, que anunciou em seu site:

“Nossos clientes assinantes nos solicitaram novidades, longas maiores e mais atualizados, recentes. Então nós atendemos. Nosso recém-assinado contrato com a Epix trará uma grande listagem dos maiores filmes premium e blockbusters”, afirmou o Hulu. #Televisão