A novela #Escrava Mãe vai exibir cenas fortes nos próximos capítulos, com Almeida chicoteando brutalmente Sapião.

Tudo acontece por conta da fuga de Miguel (Pedro Carvalho) e Juliana (Gabriela Moreyra). A busca incontrolável de Maria Isabel (Thais Fersoza) e Almeida (Fernando Pavão) pelos dois trará consequências.

Os dois começam a ir atrás de todos os que de alguma forma colaboraram para a fuga do casal. E a principal vítima deles é Sapião (Sidney Santiago), que paga um preço alto.

Sapião vai ser enviado ao pelourinho e, não satisfeito, depois Almeida o chicoteará brutalmente. A maldade do vilão fará com que os escravos fiquem furiosos.

Publicidade
Publicidade

Revoltados e liderados por Joaquina (Zezé Motta), que bate os pulsos algemados, eles se unem e até deixam Maria Isabel assustada, depois de evidenciar sentir prazer por ver Sapião apanhando.

O protesto dos escravos é realizado com foices e machados. Eles promovem um ritual que até se assemelha a uma batalha.

Com essa rebelião, os vilões passam a viver momentos difíceis na história escrita pelo autor Gustavo Reiz, e veiculada pela Record na faixa das 19h, depois do Cidade Alerta.

As sequências descritas estão previstas para serem transmitidas pela Record a partir do capítulo da próxima segunda-feira (31).

Cabe destacar, a novela Escrava Mãe está surpreendendo no quesito audiência. A Record estava com medo de estrear a trama e fracassar, depois do sucesso de Os Dez Mandamentos.

Por isso, a obra, prevista para ser lançada em outubro do ano passado, foi adiada diversas vezes, até que o canal de Edir Macedo optou por lançar um segundo horário de #Novelas com Escrava Mãe.

Publicidade

Porém, o enredo somente entrou em cena neste ano.

Apesar de diariamente registrar dois dígitos e vencer o SBT com vantagem, Escrava Mãe não vai ter uma substituta inédita na Record. A emissora optou por reprisar A Escrava Isaura, afinal, a obra atual trata sobre os antepassados de Isaura.

A exibição de Escrava Mãe, totalmente gravada desde o final do ano passado, deve seguir até o início de 2017. #Resumo