Shailene Woodley, de 24 anos, foi presa na tarde desta segunda-feira (10) enquanto participava de um protesto no estado da Dakota do Norte. O porta-voz do Departamento do Condado de Morton, Rob Keller, informou que a estrela de “Divergente” foi presa por invasão criminosa ao se engajar em um tumulto durante o protesto contra a construção de um oleoduto.

Protestantes e membros de mais de 90 tribos indígenas americanas têm acampado no local desde maio para demonstrar que são contra a construção de um oleoduto de $3,8 bilhões de dólares, que vai transportar petróleo bruto da Dakota do Norte para uma refinaria perto de Chicago.

Publicidade
Publicidade

A rota proposta atravessa a Standing Rock Sioux Reservation, reserva natural; o que os protestantes alegam que pode atrapalhar o abastecimento de água para as tribos e aldeias da região.

Segundo informações do site 570News, o tumulto envolveu 300 pessoas e a atriz estava entre os 27 que foram presos em dois canteiros de obras. O assessor de Shailene ainda não comentou o incidente.

Durante a ação, não houve feridos, mas a própria atriz transmitiu ao vivo, em sua página oficial do Facebook, o momento do protesto e é possível ver como os ânimos de todos estavam exaltados: “Isto é a #América! Nós estamos tentando proteger a água” e também: “Estou tremendo! Isso é tão assustador!”.

No vídeo, também é possível ver quando policiais dizem que ela está presa por invasão criminosa: “Vocês invadiram a propriedade, então sendo levados presos”.

Publicidade

No que ela retruca: “Isso é sério? Estou sendo presa?”. O vídeo na íntegra pode ser conferido abaixo:

 

Carreira e Feminismo

Shailene Woodley começou a carreira ainda na infância e já atuou ao lado de grandes nomes do cinema, como George Clooney, no longa Os Descendentes. Com os atores Miles Teller e Ansel Elgort, Woodley já contracenou várias vezes: na saga Divergente e em filmes como “O Maravilhoso Agora” e “A Culpa é das Estrelas”.

Recentemente, a atriz declarou que não é feminista por não se identificar com “rótulos”: “Por que precisamos nos dividir assim?” questionou ela, na época das declarações.

  #Protestos #Famosos