Thaila Ayala ficou conhecida em todo o Brasil por conta da novelinha 'Malhação'. No entanto, ela tem trabalhos muito além do programa dramatúrgico sem fim da Rede Globo de Televisão. Um das provas é que ela será a protagonista feminina do filme de 'Pica-Pau'. Neste fim de semana, ela decidiu dar detalhes sobre sua vida, mas nada que tenha a ver com a película americana. A famosa decidiu falar sobre a intimidade e quando falamos intimidade é porque a moça deu detalhes que somente ela sabia. Em uma conversa com o canal do Youtube 'Bora!', ela falou sobre sexo. Ao lado do youtuber Caio Fischer, a bela mostrou-se bastante desinibida.

A profissional de dramaturgia disse que na falta de um homem, ela usa brinquedos eróticos para se satisfazer sexualmente.

Publicidade
Publicidade

A atriz se casou, mas não tem medo ou vergonha de dizer que utiliza vibradores para deixar a vida de casal mais apimentada. 

“Que mulher que não usa? Quando eu volto de Nova York, eu trago um saco cheio e saio distribuindo para as minhas amigas", confessou a atriz, que continuou, dizendo que todo mundo já ganhou um pênis de plástico ou vibrador dela, até sua avó. Questionada sobre o que a matriarca de sua família havia achado do presente, Thaila garantiu que a avó agradeceu imensamente por estar agora menos sozinha em dias carentes. "Achei que ela fosse me dar um soco, mas ela se divertiu com a brincadeira”, detalhou Ayala, que é conhecida também por estar sempre em festas envolvendo grandes celebridades. 

Outro assunto polêmico que envolveu a atriz foi o seu batismo nas águas de uma igreja evangélica.

Publicidade

Inicialmente, ele publicou a imagem dizendo que nada mais na vida dela era tão importante quanto Deus, mas em seguida, ela resolveu apagar as imagens, que exibem o batismo. A foto sumiu do Instagram e desencadeou muitas informações desencontradas. A atriz disse que postou a foto para dar coragem Às pessoas de confessarem sua fé, mas que depois de alguns ataques, preferiu proteger a si mesma, indo em seguida ao fato de apagar a foto.  #Crime #Investigação Criminal