Em recente entrevista cedida à Entertainment Weekly, a atriz Thandie Newton, que dá vida à anfitriã, dona de bordel, Maeve Millay, na série 'Westworld', falou a respeito do empoderamento de ficar nua no set de gravações - quando existe uma boa razão por trás disso.

"Assim que assinei o contrato, os produtores me alertaram que haveria cenas de nudez, e perguntaram se eu estaria disposta a fazer isso. Eu já tive transtornos com nudez no passado, sou ativista dos direitos femininos. Em outro seriado que gravei, haviam cenas de nudez gratuitas e eu não me sentia bem com aquilo. Apenas ouvia o roteirista dizer "Thandie, tire a roupa, precisamos de audiência", desabafou.

Publicidade
Publicidade

"Já em #Westworld, as cenas de nudez são justificadas, afinal estamos retratando problemas da humanidade e vulnerabilidade. Estamos assistindo à maneira desumana como esses robôs são tratados, criados para serem pedaços de carne, mesmo tendo uma consciência. Essas tomadas hediondas e ascéticas alertam que as cenas a seguir são mais sexuais - não dá pra continuar vendo como algo excitante", esclareceu Thandie.

"Me senti mais à vontade sem roupa que vestida durante as filmagens de Westworld. Quando estou trajada naquele espartilho apertadísssimo, o que, obviamente, faz parte do contexto da personagem, as pessoas sempre a tratam de modo muito respeitoso no set, mas nua parece que me trataram ainda mais. Me sinto objetificada com o espartilho, e é justamente esse o sentimento de Maeve também - são incapazes de não olharem para os meus seios", riu a atriz.

Publicidade

O ator Jeffrey Wright também conversou com a Entertainment Weekly a respeito de seu personagem Bernard, que é um dos cientistas que trabalham na concepção dos robôs:

"Os hóspedes do Westworld ultrapassam a barreira que limita o virtual e o real, em suas visões", comentou Wright. "Agora, eles literalmente jogam o jogo, interagem com o parque, com os personagens e humanoides. Nos dias atuais, temos uma experiência parecida com o jogo de videogame GTA, por exemplo, onde podemos nos tornar outra pessoa e fazer qualquer coisa. Westworld é o futuro de um jogo como este", expôs.

A franquia de videogame que o ator se refere, Grande Theft Auto (GTA), põe o jogador na pele de um criminoso, onde se pode fazer qualquer coisa, como completar uma missão, ou sair batendo nas pessoas no meio da rua. O game, há muitos anos é criticado por incentivar o jogador a praticar violência. #HBO #Seriados