A terça-feira (29) de fato não foi um dia bom para todo o Brasil. No início do dia, chega a notícia de que mais de 70 pessoas haviam morrido em uma queda de um avião que transportava a equipe da Chapecoense e vários jornalistas, e em seguida, mais à tarde, surgiu a informação de que um dos famosos mais comentados na internet, #William Bonner, havia perdido o pai, que morreu e ainda não há informações sobre a causa da morte. Bonner foi substituído por Heraldo Pereira na bancada do JN. Ao lado do ‘interino’, estava Giuliana Morrone, que assumiu temporariamente a cadeira de Renata Vasconcellos – que está de férias do noticiário.

De acordo com algumas informações, a rede Globo de TV confirmou que deu licença para o seu apresentador das noites da emissora carioca e confirmou que fez isso pelo motivo de que o pai de William havia falecido e ele não estava em condições para apresentar o noticiário.

Publicidade
Publicidade

William Bonemer, pai do âncora do JN era pediatra.

No início desse mês de novembro, William Bonner comemorou o seu aniversário de 53 anos, ao lado dos seus filhos Vinícius, Laura e Beatriz. Na oportunidade o jornalista afirmou que foi um momento muito feliz e que adora estar na presença de suas ‘crias’. Alguns dias antes, os herdeiros já haviam comemorado os seus 19 anos com a mãe, Fátima Bernardes, de forma reservada: “Três filhos felizes. Sorrindo. Não tem preço.”, disse a apresentadora do Encontro com Fátima Bernardes das manhãs da Globo. Bonner e Fátima haviam se separado há poucos meses e dividido os bens, que giravam em torno de 5 milhões de reais avaliados em móveis e imóveis.

O Jornal Nacional dessa terça também recebeu outra novidade: o narrador Galvão Bueno, que participou do programa para comentar sobre a maior tragédia que o futebol brasileiro já teve, a queda do avião da Chapecoense.

Publicidade

Galvão mostrou a comoção nacional com relação à morte dos integrantes da equipe da Chapecoense. Já na manhã desse mesmo dia, o narrador contou para os fãs – em cobertura ao vivo da tragédia – que esse é o momento mais difícil que ele já viveu em sua vida profissional.