O ator Bruno Gagliasso não vai deixar barato os comentários feitos contra à sua filha adotiva, Titi. A menina, que nasceu na África, foi adotada recentemente pelo ator e sua esposa, Giovanna Ewbank. De acordo com informações da TV Globo, o profissional da dramaturgia esteve em uma delegacia especializada em crimes da internet, no Rio de Janeiro, onde prestou as queixas contra o criminoso. A pessoa que é acusada disse na internet que Titi deveria ser devolvida à África e que não poderia ser adotada por um casal de loiros. O anúncio de que o caso seria levado à polícia já tinha sido dado aqui na Blasting News no final de semana.

Aos três anos, a filha do casal tem passado por um turbilhão de acontecimentos, desde que foi morar com um casal de #Famosos.

Publicidade
Publicidade

Os ataques acontecem, em especial através da internet. Diferente de outros pais celebridades, Bruno e Giovanna gostam de mostrar o dia a dia da garotinha nas redes sociais. Titi é muito elogiada graças a seu estilo único. As principais mensagens contra a filha dos famosos está ocorrendo no Instagram. O perfil que ataca Titi seria o mesmo que envia mensagens racistas às redes de Gaby Amarantos.

Bruno chegou à delegacia nesta quarta-feira, 16, por volta das dez da manhã. Ele estava acompanhado de advogados e está sendo ouvido. Segundo o jornal Extra, ele será ouvido pela delegada Daniela Terra. A imprensa já sabia da chegada do artista, que preferiu não dar declarações a respeito do que está passando. No domingo, durante sua participação no 'Domingão do Faustão', o ator já havia comentado que levaria o caso para ser resolvido na polícia, já que algo necessitava ser feito.

Publicidade

Gaby Amarantos, que estava do lado do contratado da Globo, diz que sempre sofreu preconceito graças a cor de sua pele e pediu que os negros tenham apenas as mesmas oportunidades. Ela ainda disse que os negros não querem cotas, querem o real espaço na sociedade.

"Racismo de combate com amor e Justiça", disse Bruno, que revelou esperar que sua denúncia sirva para combater os ataques racistas, além de servir a todos como uma forma de exemplo.