Sempre envolvido com trabalhos humanitários, o vocalista da banda U2 recebeu o título de homem do ano pela Glamour. É o primeiro homem em 36 anos da revista que recebe a honraria junto com a lista de mulheres do ano.

A revista disse, em seu site oficial, procurar sempre exaltar o sexo feminino, mas quando um rock star resolve fazer algo pelas mulheres e meninas do mundo, este é um ato louvável. Esta foi uma referência ao trabalho do cantor em 2015, quando criou a campanha A pobreza é machista, para beneficiar mulheres mais pobres que necessitam de educação, saúde e oportunidades de trabalho.

A iniciativa é da organização ONE, fundada com a ajuda do cantor em 2004, para combater a pobreza e doenças na África.

Publicidade
Publicidade

Por meio de nota além de agradecer, Bono afirmou que a luta pela igualdade de gênero não deve ser vencida sem que homens e mulheres se envolvam para encontrar soluções. Diz ainda, que os líderes devem prestar contas a todos nós sobre o amparo a mulheres e meninas.

F é o pior palavrão com F

Em 2011 Bono Vox trabalhou para ampliar a arrecadação e combater a epidemia da fome no Chifre da África. Se reuniu com o secretário geral da ONU, Ban Ki-moon para discutir a necessidade de aumentar os esforços de arrecadação e recursos e assim, ampliar o acesso dos trabalhadores humanitários para aliviar a fome e o sofrimento na região onde milhares de pessoas morreram e 13 milhões necessitam de ajuda humanitária urgente por causa da seca existente nos últimos 60 anos.

A iniciativa levou internautas a assinarem uma petição online e exigiam aos países do G20, prioridade no problema da fome no Chifre da África e ajuda para cerca de 2 bilhões de pessoas que dependem da agricultura para subsistência.

Publicidade

#TrabalhoHumanitário #Homemdoano

Lista de famosos engajados no trabalho voluntário

  • Angelina Jolie: Há 11 anos trabalha como Embaixadora da Agência de Refugiados da Organização das Nações Unidas (UNHCR), já fez mais de 40 visitas a campos de refugiados pelo mundo. Em fevereiro de 2015, inaugurou o primeiro centro de estudos da Europa dedicado exclusivamente a defender as mulheres em zonas de guerra. 
  • Victoria Beckham: Nova embaixadora da boa vontade da ONU, já viajou para Soweto, na África do Sul, para conhecer melhor um dos projetos da UNAIDS.
  • Selena Gomez: Desde 2014, se colocou à disposição de crianças carentes no Nepal. A cantora é uma das embaixadoras da Unicef e já participou de ações humanitárias em Gana e no Chile.
  • Katie Holmes: Em abril de 2012 foi para a Uganda, onde prestou serviço social em nome da The Hilfiger Foundation - que doou 2 milhões de dólares para a criação de escolas, clínicas de saúde e uma maternidade no país.
  • Brad Pitt: Fundou a Pitt's New Orleans Fundation, em 2007. A #ONG ajuda pessoas atingidas pelo furacão Katrina, nos Estados Unidos e já construiu mais de 50 casas.
  • Jennifer Aniston: Desde 2004, a atriz  participa de campanhas em hospitais infantis no Dia de Ação de Graças, comemorado nos Estados Unidos na quarta quinta-feira do mês de novembro. 
  • George Clooney: Apoia as operações de paz realizadas pela ONU, em regiões afetadas por conflitos armados do Sudão. Ele está engajado no movimento desde 2011.
  • Shakira: Em 2011, a cantora colombiana doou 800 mil dólares por meio de sua ONG, Pés Descalços. O dinheiro serviu para construir uma escola no Haiti, após o terremoto de 2010 que destruiu grande parte do país.
  • Madonna: Promove trabalhos voluntários desde 1992, tem a África como um dos principais focos de carência e faz parte da Look to the Stars, uma instituição que ajuda crianças em mais de oito países.
  • Oprah Winfrey: Criou a escola Oprah Winfrey Leadership Academy for Girls, que garante moradia e estudo para garotas de 7 a 12 anos que passam por dificuldades financeiras. Em 2012, a primeira turma de mulheres se formou em sua escola na África do Sul.