Nesta terça-feira, 29, Galvão Bueno ajudou a ancorar a programação da Rede Globo de Televisão. Ele teve a triste e difícil missão de falar sobre a queda do avião da Chapecoense, que vitimou ao todo 76 pessoas. Seis chegaram a ser resgatadas ainda com vida, mas o goleiro do time acabou falecendo no hospital. A aeronave caiu em uma região de mata, na Colômbia.

O clube brasileiro disputaria no país a final da copa Sulamericana contra o Atlético de Medelín. O adversário, em nota oficial enviada à Fifa, disse que cederia o título após ter a informação de que a maioria dos jogadores rivais tinham falecido. A Fifa, entretanto, apenas diz que a final da competição será cancelada.

Publicidade
Publicidade

Choro de narrador ao vivo

Galvão chegou cedo à TV Globo de São Paulo, onde dividiu a cena na telinha com o repórter Rodrigo Bocardi. Já àquela hora, ele e a equipe da emissora já sabiam que três colegas estariam entre as vítimas. Um deles é o repórter Guilherme Marques. Com passagem pela TV Brasil, ele chegou ao maior canal do país no ano de 2013. Mais tarde, já ao vivo e conversando com Fátima Bernardes, o narrador experiente não segurou a emoção. Chorando, ele disse que não tinha a menor vontade de voltar a narrar essa competição. Galvão estava escalado para fazer a transmissão da final com o time brasileiro.

Veja a lista com os nomes dos jornalistas mortos na tragédia da Chapecoense

No avião, que saiu da Bolívia e caiu em uma região de mata da Colômbia, estavam vinte e um jornalistas.

Publicidade

São eles: Jacir Biavatti, Douglas Dorneles, Gelson Galiotto, Edson Ebeliny, Renan Agnolin, Fernando Schardong, Rafael Henzel, André Podiacki (que trabalhava na RBS) e Laion Espindula (prestador se serviços no Globo Esporte).

A lista continua e tem os nomes de Bruno Silva (da RBS), Djalma Neto (também RBS), Giovane Klein (mais um da afiliada da Globo no Sul), Guilherme Laars (da Rede Globo), Guilherme Marques (já citado na matéria) e Ari Júnior (da mesma equipe de Guilherme).

Os nomes dos jornalistas vitimados prosseguem, tendo Paulo Clement (da Fox Sports), Mario Sergio Paiva (que foi atleta do #Futebol e hoje era comentarista), Devair Paschoalon, narrador conhecido como Deva Pascovicci e que era da Fox, além de seus colegas de emissora, identificados com Lilacio Júnior, Victorino Chermont e Rodrigo Gonçalves. #Tragédia