Quase uma década após o fim de Gilmore Girls, a #Netflix anunciou um "revival" da série, além de disponibilizar todas as antigas temporadas no serviço de streaming.

“Gilmore Girls: A Year in the Life” estreia em 25 de novembro e tem sido uma das produções mais aguardadas de todos os tempos na Netflix. Em quatro episódios de 90 minutos cada, os fãs vão poder conferir como estão as vidas dos personagens hoje em dia.

No entanto, uma questão em particular tem deixado a criadora da série um pouco chateada: A pergunta que os fãs mais fazem é com quem #Rory Gilmore vai ficar no final. Há torcidas para Dean, Jess e Logan, os três principais relacionamentos amorosos da personagem na série.

Publicidade
Publicidade

Amy Sherman-Palladino, que cuidou da série da primeira à sexta temporada (ela foi afastada da série na sétima) e que agora está de volta no revival da Netflix disse em entrevista que sempre desejou mais que isso para seus personagens.

“Quem a Rory namora é uma pequena parte de quem ela é, a série nunca foi sobre isso!”, ela explicou para a Revista Time. Continuando a seguir: “Rory nunca passou seus dias pensando: ‘Nossa, com quem será que eu vou ficar no final?’. Não! Rory está muito mais preocupada em ‘Como vou conseguir aquela entrevista no New York Times?’”.

Palladino assume que a vida amorosa da personagem é importante para manter a curiosidade dos fãs e que é útil em se tratando de audiência. Mas ela também deseja que as pessoas compreendam que jovens mulheres inteligentes esperam muito mais da vida do que um relacionamento amoroso.

Às vezes eu queria que Dean e Jess não tivessem sido tão proeminentes, porque esse ou aquele namorado que ela teve aos 16 anos de idade é uma coisa tão pequena depois que se tornou adulta...! Todo mundo deveria voltar ao passado e pensar em seus namorinhos de adolescente e avaliar se esse deveria mesmo ser o foco da conversa hoje em dia”.

Publicidade

Amy também diz que adoraria que a discussão atualmente fosse, por exemplo, se Rory já ganhou um Pulitzer, se está trabalhando para um grande jornal, se está tendo uma vida bem sucedida.

Ela também reforça que as relações amorosas de Lorelai e de Rory durante toda a série nunca foram o foco principal. Embora façam sucesso e agradem a audiência, o foco sempre foi a relação entre mãe e filha, e como elas lidavam com as situações cotidianas (inclusive as que envolviam seus namorados).

Com isso em mente, a criadora agora espera que os fãs preocupem-se mais com o bem de Rory e não fiquem apostando desesperadamente em um dos três namorados antigos; e também sugere que lembrem-se de Lane Kim, que tanto merece ser uma rock star de muito sucesso.

#Seriados