Quem é fã da série #Gilmore Girls (exibido no Brasil como "Tal mãe, tal filha") sabe que o revival feito pela #Netflix já está no ar. E com ele, aqueles que encararam o Rory Gilmore Reading Challenge (Desafio de Leitura de Rory Gilmore) podem ficar felizes em saber que os novos episódios fazem referência a mais títulos que podem ser adicionados ao desafio.

Os novos livros de Gilmore Girls

Nos episódios de Gilmore Girls - A Year in the Life, lançados pela Netflix no último dia 25/11, acompanhamos 4 dias na vida das garotas Gilmore, um em cada estação do ano. Cada parte dura cerca de 90 minutos, e ao longo desse tempo, não vemos Rory lendo tantos #Livros quanto antigamente – apenas no episódio Summer (Verão) ela está com um livro em mãos, mas não foi possível identificá-lo.

Publicidade
Publicidade

Mas, mesmo assim, são citados - por Rory, Lorelai e outras personagens - diversos livros e autores, demonstrando que o universo literário ainda é uma grande referência da série. Com isso, a lista com 339 títulos compilados pelo escritor australiano Patrick Lenton - que deu origem ao desafio de leitura da série - agora soma pelo menos 6 títulos não citados anteriormente (alguns livros do revival já haviam aparecido nas temporadas televisivas).

Vamos aos novos livros:

1. Trainspotting (Irvine Welsh)

No episódio inicial (Inverno) Lorelai usa como referência esse livro (também poderia ser o filme) para explicar como era o apartamento que Rory tinha alugado no Brooklyn (Nova Iorque).

2. The Life-Changing Magic of Tidying Up (Marie Konde)

Essa indicação de leitura foi feita a Emily para que ela tentasse arrumar sua vida após a morte de Richard, e ela decidiu que a pergunta principal do livro (“isso me traz felicidade?”) realmente devia ser sua guia.

Publicidade

3. "Consider the Lobster" (David Foster Wallace)

Quando Rory finalmente consegue um horário para conversar com o pessoal da revista de viagens Condé Nast, o editor menciona o ensaio “Consider the Lobster”, de David Wallace.

4. Wild (Cheryl Strand)

O livro mais importante mencionado no revival e um dos poucos que aparecem fisicamente talvez seja Wild. Seu impacto é tanto que Lorelai resolve fazer a viagem relatada na obra.

5. Tevya the Dairyman and the Railroad Stories (Sholem Aleichem)

Quando estão avaliando o musical sobre a história de Stars Hollow, Babette cita uma fala da peça teatral americana Tevya the Dairyman and the Railroad Stories.

5. I Feel Bad About My Neck and Other Thoughts in Being a Woman (Nora Ephron)

Na redação da Gazeta de Stars Hollow, enquanto conversa com a colega de trabalho Esther - que repete sempre o mesmo movimento ao arquivar papéis - Rory faz referência ao livro de Nora Ephron, no qual a autora conta como é ser uma mulher que está envelhecendo, incluindo as dores físicas do processo.

6. My Struggle (Karl Ove Knausgard)

No episódio final (Outono), Jess passa na casa de Lorelai e Luke para falar com o tio antes do grande dia e podemos vê-lo lendo um exemplar de My Struggle, do autor norueguês Karl Ove Knausgard.