Capa da Marie Claire, na edição de novembro deste ano, #Grazi Massafera deu uma entrevista polêmica, em que revela o ‘lado negro’ do Projac, com declarações bombásticas da sua jornada de 10 anos na #Rede Globo, desde que estreou no Reality, Big Brother Brasil.

A atriz, que vem surpreendendo a cada papel que interpreta, foi recentemente indicada ao prêmio de melhor atriz pelo Emmy, mas, aos olhares preconceituosos de colegas de trabalho, talento não era suficiente, afinal,ela carregava sobre os ombros o peso de ser uma ex-BBB.

Grazi diz não se envergonhar de absolutamente nada em sua carreira, que ela sempre foi muito determinada e corajosa, mas sofreu diversos ataques preconceituosos, que a fizeram cogitar a desistir da profissão.

Publicidade
Publicidade

Um exemplo, foi quando gravou sua primeira cena para a novela ‘Páginas da Vida’. Na ocasião, ela precisava demonstrar emoção e lágrimas, e foi surpreendida quando uma colega de trabalho sussurrou que ela não conseguiria. Outro exemplo triste foi quando deveria ser um dos mais importantes de sua vida, em uma ida ao programa do Faustão, para receber o prêmio de melhor atriz revelação, e cumprimentou nos bastidores, um consagrado e veterano ator, porém, este virou a cara, e debochou falando: “Olha só essa big brother...”. A atriz revela ainda que houve um momento de tensão e constrangimento, quando, já em cena, um outro ator se recusou a contracenar com ela.

Mas o pior estava por vir, chegaram ao baixíssimo nível de colocar em sua bolsa, um estojo de maquiagem do SET de gravações, no intuito de incriminá-la como ladra, além de apelar para intimidação com ‘magia negra’, colocando um ‘vodu’ todo espetado por agulhas dentro do seu carro.

Publicidade

Grazi Massafera afirma ser uma sobrevivente por tudo que passou, e chegou a buscar ajuda profissional e fazer análise. 

Hoje, consagrada, tem um papel de destaque na trama "#A Lei do Amor" dos autores Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Ela interpreta ‘Luciane Leitão’, uma ex prostituta, casada com o candidato a governador e herdeiro de uma família milionária.