Jamie Dornan, de 34 anos, compareceu à premiere do #FilmeMum’s list” para acompanhar e apoiar a esposa, a cantora e compositora Amelia Warner, nesta quarta-feira (23) em #londres.

Amelia é responsável pela trilha sonora do longa, que por sua vez é baseado no livro do americano St. John Greene. O drama conta a história real de Kate, que é diagnosticada com câncer de mama em estágio muito avançado e que era esposa do autor.

Em seus últimos dias de vida, Kate decide criar uma lista com suas memórias e pensamentos como intuito de ajudar seu marido a encontrar a melhor maneira de continuar sua vida e cuidar dos dois filhos do casal depois que ela falecer.

Publicidade
Publicidade

Os protagonistas do longa são os atores Rafe Spall e Emilia Fox. Confira o trailer (em inglês):

Ao comparecer à premiere com a esposa, Jamie Dornan diminui ainda mais as especulações de que seu #Casamento está por um fio. Amelia, que é ex-esposa de Colin Farrell, está casada com o astro da franquia Cinquenta Tons de Cinza desde abril de 2013 e o casal tem duas filhas.

Apesar de seu personagem mexer com a cabeça dos expectadores na trilogia erótica, o ator revelou recentemente que nada mudou em sua vida pessoal ao lado de Amelia. Ele também nega qualquer boato de que esteja tendo um affair com a atriz Dakota Johnson, seu par romântico na trilogia.

Os rumores ganharam força em 2016 após ele comprar uma casa nos Estados Unidos. Muitos fãs especularam que talvez esse fosse um prenúncio de que seu casamento não ia muito bem.

Publicidade

Mas contrariando a vontade dos mais afoitos que gostariam de ver Jamie e Dakota juntos, isso não aconteceu e a família continua morando numa região tranquila em terras europeias.

Na premiere de ontem, Jamie e Amelia exibiram um visual despojado e simples. Em entrevista no local, Amelia contou que já está trabalhando num novo projeto, mas que ainda não pode comentar sobre ele.

Ela também diz que quando tomou conhecimento do enredo do longa ficou emocionada. Ela estava grávida e muito sensível: “A situação é até difícil de imaginar”. Confira a entrevista no vídeo abaixo (em inglês):