Nesta sexta-feira, 18, o jornal Extra do Rio de Janeiro publicou uma reportagem, na qual realiza uma grave denúncia à cantora #Kelly Key. De acordo com a mídia, a musa do hit 'Baba Baby' teria sido pega em flagrante durante uma prova em uma instituição particular de Vargem Pequena, no Rio de Janeiro. No local, ela realiza uma faculdade de veterinária. O jornal diz que Kelly foi vista por alunos fraudando a prova. Ela teria colocado as respostas do conteúdo em um relógio. Essas acusações são graves e, caso comprovadas, podem levar até à prisão.

Algo parecido aconteceu durante o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. Algumas pessoas que prestaram o exame foram flagradas obtendo respostas através de um ponto eletrônico.

Publicidade
Publicidade

Uma delas até teria obtido a ajuda do próprio pai. Não se sabe ainda se alguém fez uma denúncia formal contra a ex-mulher do cantor Latino, mas certamente, essa denúncia deve ser respondida por ela em breve.

Além disso, Key teria mudado as regras durante as prestações de exames na universidade. O castigo dela chegou rápido, mas atingiu também os colegas que gostavam de colar. Depois de a cantora ser pega com cola num relógio durante prova de nutrição, os alunos foram proibidos de usar o acessório em dia de prova. Isso revoltou a muitos, inclusive os que não fraudavam os exames, que ficam ser ter noção do tempo gasto durante a elaboração das respostas na faculdade de veterinária.

A partir daí, começou uma perseguição com a cantora, que está gravidíssima. Kelly, que ostenta um barrigão, é acusada de ter regalias que outras alunas, na mesma condição, não tem.

Publicidade

Ela tem o direito, por exemplo, de usar o estacionamento da própria faculdade, o que não está sendo permitido a outras senhoras e senhoritas que também estão a esperar seu futuro filho. Este espaço está aberto para a resposta que Kelly dará a respeito das acusações do jornal Extra. Ela ainda sonha com o fato de ter uma chance na televisão. No passado, a TV Record chegou a dar à ela um programa regional.