Nesta quinta-feira, 18, o 'Fofocando' do SBT acabou saindo do ar repentinamente. A atração recebia Lívia Andrade, que se mostrou bastante descontente ao ser colocada ao lado de #Mara Maravilha. A discussão entre elas ficou muito acalorada e quase terminou em pancadaria. A situação entre elas estava tão grave que Lívia quase não foi deixada falar, enquanto Mara, segundo informações do jornalista Daniel Castro, teria chorado muito nos bastidores da 'TV que tem torcida'. Ela estaria se sentindo descriminada pelo fato de ser evangélica. Tudo começou quando Maravilha disse que Lívia fazia muitos barracos com Hellen Ganzarolli, por essa ser muito chata.

Publicidade
Publicidade

Andrade surpreendeu e disse que ela que ela chata, mas Mara era "chata pra caramba". A contratada do SBT não perdeu a oportunidade de dizer que troca de canal, quando vê Mara fazendo caras e bocas, assim como fazia na época em que integrava o reality show 'A Fazenda'. Leão Lobo, incomodado com tudo, solicitou que Maravilha ficasse calada e mudasse de assunto. O barraco ainda teve a interação do 'Homem do Saco', interpretado por Dudu Camargo, que faz 'O Primeiro Impacto. Almofadas foram jogadas e até um vaso de vidro virou quase uma arma.

Durante três minutos, a situação beirou o insustentável, com discussões sobre religião e acusações de que a apresentadora seria macumbeira. Evangélica, Mara já recebeu esse tipo de acusação diversas vezes. Na década de 1990, por exemplo, ela virou manchete por ter supostamente feito magia negra para Angélica, que vivia seu auge.

Publicidade

Ela sempre negou tal fato, mas nunca convenceu totalmente os fãs da loira e, pelo visto, até os colegas de trabalho.

Enquanto as coisas eram tacadas no estúdio, Mara aparecia bastante desconfortável. Maravilha chegou a ser arranhada, ao vivo, e reclamou de agressão nos bastidores. As duas foram separadas assim que o SBT saiu do ar. A atração saiu da programação antes do combinado. O canal ficou exibindo durante alguns minutos comerciais institucionais. O SBT não comenta.