Após cerca de três meses tentando preservar a imagem, o cantor MC Biel deve retornar aos palcos, mesmo a contragosto de muitas celebridades. A última grande aparição pública dele foi durante o prêmio Multishow de música, em que ele foi ignorado por várias celebridades. Nesta sexta-feira, 25, enquanto muitas pessoas estarão a tentar conseguir promoções na 'Black Friday', MC Biel estará tentando voltar aos holofotes. Ele lança um novo single e deve começar a perambular em programas de televisão. Pelo menos em dois dele o MC deve ficar de fora, o 'Estrelas', de Angélica, e o 'Caldeirão', de #Luciano Huck. As más línguas dos bastidores do Projac dizem que a equipe que representa Biel nem tentou qualquer contato com os comunicadores, tentando alguma entrevista ou apresentação nas atrações.

Publicidade
Publicidade

Há um motivo muito forte para tudo isso. O MC disse que estupraria Angélica em uma publicação feita no Twitter. Apesar da mensagem ser antiga, Biel confirmou que tinha sio ele que postou, mas há muito tempo, quando ele seria imaturo, como se agora tivesse atingido a maturidade. Além das mensagens contra Angélica, o funkeiro dizia que o 'Encontro' com Fátima Bernardes era chato, que tinha sono e que já estava com saudades do Bob Esponja, desenho animado exibido no horário, antes da ex-mulher de William Bonner ganhar as manhãs. Fátima, na época, ao saber que ele daria um tempo na carreira, não mediu palavras, e disse que era bom mesmo ele dar um tempinho e repensar a vida e não somente a carreira.

No caso de Angélica, a coisa foi mais grave. A comunicadora está mais fragilizada desde que sofreu um acidente aéreo no ano passado.

Publicidade

Ela tem evitado muitas coisas e achou uma falta de respeito esse tipo de coisa. Por muito menos, uma jornalista, que até então trabalhava no portal de notícias IG, acabou acusando o famoso de assédio sexual. Ela fez queixa na polícia, mas logo depois foi demitida da função que ocupava. Biel ainda fez comentários considerados racistas, como contra a atriz Thaís Araújo.