A gigantesca repercussão que a vitória de Donald #Trump nas eleições presidenciais nos #Estados Unidos causou na internet trouxe junto a história de que a série animada “Os Simpsons” teria previsto a chegada do republicano à Casa Branca no ano 2000. Uma sequência em que o magnata desce uma escada rolante seria a maior comprovação dessa “premonição”, entretanto não é bem assim. Na verdade, uma grande mistura entre episódios da série criada por Matt Groening e datas é que teria causado essa história que se espalhou pelas redes sociais.

Muita gente anda se perguntando como os #Simpsons previram ainda na 11ª temporada que Trump seria candidato 15 anos depois, acertando não só que venceria mas também detalhando uma cena em que ele cumprimenta eleitores enquanto desce uma escada rolante, em seus mínimos detalhes, mas como sempre é sempre mais interessante reforçar o mistério do que checar a veracidade das informações.

Publicidade
Publicidade

Montagens em imagens, GIF's e vídeos foram e continuam sendo exaustivamente compartilhados com essa versão equivocada dos fatos.

As imagens que começaram a ter ampla divulgação pela internet a partir 2015 não se tratam de coincidência, mas são apenas uma reprodução de cenas reais ocorridas semanas antes do episódio ir ao ar. O magnata Donald Trump anunciou que iria concorrer à presidência dos Estados Unidos em junho daquele ano e as cenas reais dele acenando enquanto desce uma escada rolante foram registradas em Nova York. Um mês depois desse acontecimento, o personagem animado de Trump apareceu na mesma situação em um episódio extra que foi veiculado pelo YouTube.

O episódio de título “Trumptastic Voyage” já alcançou cerca de 5 milhões de visualizações e faz parte de um projeto da produção da série com vídeos mais curtos em que são abordados temas da atualidade, uma vez que na série original, cada episódio leva em média 6 meses para ser produzido e assim não é possível abordar alguns temas importantes a tempo.

Publicidade

Previsão em episódio do ano 2000

Se uma parte da história não tem nada a ver com “vidência” por outro lado a série conseguiu acertar a chegada do empresário ao posto de presidência da superpotência mundial. Em “Bart to the Future”, episódio que fez parte da 11º temporada da série, a personagem Lisa Simpson se torna presidente dos Estados Unidos e se queixa em uma reunião dos problemas financeiros herdados de seu antecessor no cargo Donald Trump, mas a previsão se refere ao ano de 2030. Vale ressaltar ainda que pouco tempo antes deste episódio ir ao ar, ainda em 1999 o empresário já havia manifestado a vontade de se candidatar, causando grande repercussão.

Outras previsões famosas

Essa mística sobre os produtores da série possuírem um dom de anteceder fatos futuros é realmente cheia de coincidências envolvendo invenções, acontecimentos esportivos e até o ataque terrorista às Torres Gêmeas.

No episódio 19 da sexta temporada, por exemplo, em outro enredo que se passa no futuro, o noivo da Lisa realiza uma conversa telefônica através do relógio dele, o que seria uma antecipação dos smart watches.

Publicidade

No primeiro episódio da nona temporada, Bart segura uma revista que tem um nove na capa e em seguida as Torres Gêmeas formando um número onze, o que seria uma referência ao 11 de setembro.

Para os brasileiros, o caso que mais chamou atenção foi o episódio que previu que o atacante Neymar sairia de maca de um jogo decisivo na Copa do Mundo. Na ocasião, Homer atua como árbitro no Mundial, o jogador é carregado para fora de campo com uma grave contusão, o que aconteceu no confronto com a Colômbia.