#Prince Jackson tem, hoje, 19 anos de idade - tinha apenas 12 quando seu pai, Michael Jackson, morreu - e em entrevista à Los Angeles Times falou sobre a morte e o legado de seu pai, e sobre as polêmicas máscaras que eles e os irmãos tinham que usar quando crianças.

Ele começou falando sobre o seu trabalho de produtor e diretor, que era algo que desejava fazer desde cedo, e inclusive chegou a conversar sobre isso com seu pai quando pequeno. Prince, que tem sua própria empresa, a King's Son Productions, produziu o clipe do rapper Omer O-Bee recentemente, e revelou que não tem os "genes de astro do pop", pois nunca quis cantar e dançar.

Publicidade
Publicidade

Michael Jackson queria muito preservar a vida de seus filhos fora da mídia e se esforçava para que seus rostos não ficassem conhecidos. Prince Jackson, que é o filho mais velho do Rei do Pop, contou na entrevista que lembra de ter crescido tendo que usar máscaras sempre que saía de casa, e que agora ele entende o porquê.

"Meu pai falou comigo como um adulto. Ele nos disse que a razão de usar as máscaras era que ele queria que nós tivéssemos nossa própria vida sem ele", revela Prince, acrescentando que, como ninguém sabia como eles eram, conseguiram deixar a casa sem o pai, sem serem notados. "Eu não acho que cheguei a parar para pensar quando era mais jovem, se outras crianças viviam assim. Mas desde que eu me dei conta de quem ele era, percebi que isso não era normal", ele conta.

O adolescente também revelou outra coisa que seu pai costumava a dizer a ele: "não confie em ninguém".

Publicidade

Prince diz que carrega isso para sua vida, porque muitas pessoas querem se aproximar dele e dos irmãos por serem filhos do #Michael Jackson, e que é preciso observar e pesquisar sobre uma pessoa antes de entregar sua confiança a ela.

Prince finaliza a entrevista contando que a união da família ajudou muito ele e os irmãos a lidarem com a dor da perda do pai, apesar de serem bombardeados pela imprensa com notícias falsas, incluindo o ressurgimento de supostos casos de abuso sexual infantil, ao qual Michael era acusado. Ele acrescentou que a melhor forma de lidar com isso foi simplesmente ignorando tudo. #Música